Tênis – Final de Wimbledon 2019: Vitória de Djokovic em Wimbledon foi histórica.

Vitória de Djokovic em Wimbledon foi histórica

 

A final mais longa da história do torneio de Wimbledon, vencida neste domingo (14) pelo tenista Novak Djokovic, teve grande destaque na imprensa internacional. O intenso e emocionante duelo entre o atual número 1 do mundo e o suíço Roger Federer foi considerado “épico” e até “memorável”.

 

 

Apesar do inédito título da Inglaterra na Copa do Mundo de Críquete, a final de Wimbledon foi muito discutida no Reino Unido. O jornal “Daily Mail” descreveu o embate entre Djokovic e Federer como “épico”, já o tabloide “The Sun”, afirmou que a partida foi “histórica”.

 

 

O francês “L’Équipe”, por sua vez, chamou os dois tenistas de “super-heróis”. O espanhol “Marca” escreveu que o duelo foi “memorável”.

 

 

O triunfo de Djokovic foi muito celebrado na Sérvia. O diário “Blic” declarou que o tenista de 32 anos é o “rei do tênis”. Já o jornal “Danas”, destacou a “vitória histórica” do atual bicampeão de Wimbledon.

 

 

O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, também celebrou a vitória de Djokovic e ressaltou o “desejo impressionante de vencer” do tenista.

 

 

A partida entre Djokovic e Federer durou 4h57 e foi decidido apenas no tie-break do quinto set após os dois tenistas empatarem por 12/12. O atual número um do mundo bateu o suíço por 3 sets a 2, com parciais de 7/6, 1/6, 7/6, 4/6 e 13/12.

 

 

Djokovic conquistou Wimbledon pela quinta vez e soma no momento 16 títulos de Grand Slams

 

 

Da Redação com informações da Ansa.