Tênis de Mesa – Aberto do Japão: Calderano é superado por jovem talento de Taiwan e se despede do Aberto do Japão

Calderano é superado por jovem talento de Taiwan e se despede do Aberto do Japão. – Foto: Arquivo proveniente da ITTF

 

Único atleta não oriental a chegar às quartas de final do torneio individual masculino do Aberto do Japão, o brasileiro Hugo Calderano se despediu da competição na madrugada do sábado (15.06). Ele foi superado pelo taiwanês Lin Yun-Ju, 20° colocado no ranking mundial, por 4 sets a 0 (11/13, 9/11, 7/11 e 10/12), em Sapporo. Embora o resultado da partida tenha sido adverso, chegar entre os oito melhores foi o melhor desempenho de Calderano em eventos platinum do Circuito Mundial na temporada 2019.

 

 

O primeiro set já mostrou que Hugo não teria vida fácil. Extremamente equilibrado, foi disputado do início ao fim, com o jovem taiwanês, canhoto de apenas 17 anos, ganhando por 13 a 11. Calderano voltou melhor para o segundo set, encaixou seu jogo e chegou a estar vencendo por 8 x 4. No fim da parcial, contudo, cedeu a virada, ficando com desvantagem de 2 a 0 em parciais.

 

 

No terceiro set, tudo desandou para o brasileiro. Errando muito, Calderano chegou a estar com 8 a 0 contra no marcador. O número oito do mundo ainda esboçou uma reação, mas não foi suficiente para a virada, com Yun-Ju abrindo 3 a 0.

 

 

Sem alternativas, Calderano precisava arriscar tudo no quarto set, pois já não tinha margem de erro. Tentou de todas as formas, mas não conseguia impor seu jogo, com o adversário continuando a dominar a partida.

 

 

Com 7 a 4 contra, o técnico Jean-René Mounie pediu tempo para tentar reverter o quadro. O brasileiro manteve-se vivo e o técnico adversário também parou a partida, quando o placar já apontava 9 a 7. Calderano chegou a encaixar alguns contra-ataques, empatou o jogo, mas acabou permitindo que Yun-Ju fechasse em 12 a 10.

 

 

Na sequência, Calderano terá um pequeno tempo de descanso. A próxima competição platinum do Circuito Mundial será o Aberto da Austrália, em Geelong. As fases preliminares terão início no dia 9 de julho, com o brasileiro estreando no individual no dia 11, já na chave principal. Este será o último torneio internacional dele antes dos Jogos Pan-Americanos de Lima, onde buscará o bicampeonato individual e por equipes. O título individual em Lima vale vaga direta para os Jogos Olímpicos de 2020, no Japão.

 

 

Da Redação com informações provenientes da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa