Taça Libertadores 2016: Corinthians estreia no Chile diante do Cobresal

Corinthians estreia no Chile diante do Cobresal
Corinthians estreia no Chile diante do Cobresal

 

 

 

 

O Corinthians estreia na Taça Libertadores nesta quarta-feira (17), às 21h45, contra o Cobresal (CHI), em El Salvador no Chile. O último treino da equipe alvinegra foi na última terça-feira (16), em Santiago, com a formação que já vinha sendo usada pelo Tite desde o início da temporada.

 

 

A novidade é a possibilidade do retorno de Elias, que estava se recuperando de uma pancada na perna esquerda em jogo contra o Audax, pelo Paulistão Itaipava. Em coletiva, Tite explica o caso de Elias e crava que se o volante não participar, Maycon fará sua função. “Vamos ver a resposta dele ao treinamento, já foi bem melhor do que o de segunda-feira. A importância e qualidade dele fazem falta. Vamos esperar para ver como ele reage aos treinamentos. Se ele não jogar, joga Maycon”, afirmou.

 

 

 

 

Apesar da boa atuação do atacante Giovanni Augusto, o jogador seguirá no banco para a partida contra o Cobresal. O atleta briga pela posição de Romero que vem sendo um dos destaques do Corinthians com quatro gols marcados desde o início da temporada.

 

 

 

A provável escalação para enfretar o time do Cobresal, no Chile, será: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Romero, Maycon (Elias), Rodriguinho e Lucca; Danilo.

 

 

 

Cobresal

 

 

 

A equipe adversária está na primeira divisão do Campeonato Chileno 16/17 e já está em atividade desde o final do ano passado. Na última edição da competição, a equipe chilena terminou em nono lugar. Apesar de não ser um time tradicional na Libertadores, já que sua última participação foi em 1986, a equipe venceu o Clausura em 2015 e garantiu uma vaga na competição da América.

 

 

 

 

O técnico chileno Dalcio Giovagnoli deu entrevista a Rádio ADN do Chile comentando sobre as condições características do local e sua vontade de classificação em casa. “Não sei se a altitude pode chegar a ser uma grande vantagem para nós, mas fora do campo, no psicológico, é muito importante. Somos muito conscientes de que para poder projetarmos e termos chance de classificação temos que ser fortes em casa”, disse.

 

 

 

 

A equipe chilena entrará em campo com a provável escalação: Eduardo Lobos; Patricio Jerez, Alexis Salazar, Diego Silva, Alejandro López; Rodrigo Ureña, Johan Fuentes, Victor Sarabia e Israel Poblete; Pablo Gonzáles e Ever Cantero.

 

 

 

 
Da Redação com informações da FPF