Superliga Feminina de Vôlei 14/15: Molico/Nestlé supera Pinheiros e está na semifinal

Thaísa e Ivna vibram com ponto contra o Pinheiros
Thaísa e Ivna vibram com ponto contra o Pinheiros

 

 

 

Em um jogo emocionante e decidido no quinto set, o Molico/Nestlé (SP) garantiu uma vaga na semifinal da Superliga feminina de vôlei 14/15. A equipe de Osasco (SP) venceu, nesta terça-feira (24.03), o Pinheiros (SP) por 3 sets a 2 (21/25. 25/18, 20/25, 25/20 e 15/12), em 2h32 de jogo, no Henrique Villaboim, em São Paulo (SP). A equipe visitante fechou a série melhor de três das quartas de final com duas vitórias.

 

 

O Molico/Nestlé espera o vencedor do duelo entre o Sesi-SP e o Brasília Vôlei (DF), para conhecer o adversário da semifinal. O time da capital paulista tem, no momento, vantagem e lidera a série com um resultado positivo.

 

 

A central Thaísa, do Molico/Nestlé, foi o nome do jogo e ficou com o Troféu VivaVôlei. A atacante ainda foi a maior pontuadora do confronto, com 21 acertos. A ponteira Carcaces, com 19, e a oposto Ivna, com 16, também pontuaram bem para o time de Osasco. No Pinheiros, a ponteira Ellen foi quem mais marcou, com 17 acertos.

 

 

A central Thaísa comemorou o resultado e a união do grupo de Osasco durante a série contra o Pinheiros.

 

 

“Sabíamos que seria difícil. Jogamos bem na primeira partida, mas o Pinheiros tinha feito uma atuação atípica. Falei com as meninas para ficarmos atentas porque elas jogariam melhor e realmente foi isso que aconteceu. O importante é que o time se juntou. Estamos mais fortes como equipe para a sequência da competição”, afirmou Thaísa.

 

 

O JOGO

 

 

O Molico/Nestlé abriu o placar do jogo com a central Adenízia. A ponteira Ellen respondeu marcando para o Pinheiros. Quando a equipe da casa fez 4/1, o técnico Luizomar de Moura pediu tempo. O Pinheiros seguiu no comando do placar em 7/4. No bloqueio de Rosamaria, o time da capital paulista chegou a 9/5. Contando com erros do adversário, o Pinheiros ainda aumentou a vantagem para 11/5. No primeiro ponto de bloqueio do Molico/Nestlé, Adenizia marcou o nono ponto do seu time, enquanto o Pinheiros tinha 13. Com o ataque da ponteira Gabi fluindo bem, o Molico/Nestlé reduziu a vantagem adversária para 17/15. No bloqueio de Mari, que havia acabado de entrar, o time visitante encostou em 18/17. Com Ellen, o Pinheiros voltou a abrir três pontos: 22/19. No bloqueio individual de Rosamaria, o time da casa chegou ao set point (24/20). E, no erro do adversário, o Pinheiros fechou em 25/21.

 

 

 

O Pinheiros seguiu melhor no início do segundo set e fez 4/1. Bem no bloqueio, o Molico/Nestlé cresceu de produção e virou o marcador (7/5). Em um ponto de contra-ataque da ponteira Gabi, a diferença no placar subiu para cinco (11/6). O time de Osasco foi para o segundo tempo técnico com sete de vantagem. Quando o jogo estava 19/10 para o Molico/Nestlé, o treinador Wagão, do Pinheiros, trocou as centrais. Entrou Fran e saiu Vivian. O Molico/Nestlé segurou uma reação das donas da casa na final da parcial e venceu o segundo set por 25/18.

 

 

O Molico/Nestlé manteve o bom momento no início do terceiro set e fez 4/0. A levantadora Dani Lins jogava com velocidade e o time de Osasco foi para o primeiro tempo técnico, com seis de vantagem (8/2). Bem no bloqueio, o Pinheiros encostou (10/8). O treinador Luizomar de Moura inverteu o cinco e um. Entraram Diana e Mari e saíram Ivna e Dani Lins. A substituição funcionou e as visitantes abriram quatro (14/10). Se aproveitando dos erros do Molico/Nestlé, o Pinheiros virou o marcador (18/17). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Numa bola de china da central Fê Isis, o time da casa abriu dois (22/20). O bloqueio do Pinheiros funcionou na reta final da parcial e as donas da casa fecharam o set por 25/20.

 

 

 

O Molico/Nestlé veio para o quarto set disposto a levar o jogo para o tie-break e fez 5/0. O time de Osasco seguiu melhor e abriu oito pontos (14/6). O Pinheiros cresceu de produção e diminuiu a diferença no marcador (17/13). O Molico/Nestlé segurou a reação do time da capital paulista e fechou o quarto set por 25/20, com um contra-ataque pelo meio da central Thaísa.

 

 

 

O quinto set começou disputado ponto a ponto, com as duas equipes jogando com velocidade. Com um ponto de bloqueio da central Lara, o Molico/Nestlé abriu dois (5/3). A ponteira Carcaces conseguiu um ponto de ataque na diagonal e o Molico/Nestlé fez 10/6. Depois de um longo rally, a ponteira Ellen colocou a bola no chão e o Pinheiros encostou (10/9). A equipe da casa deixou tudo igual (10/10) e o treinador Luizomar de Moura pediu tempo. O time de Osasco foi melhor na parte final do tie-break e, liderados pela central Thaísa, fechou o set por 15/12 e o jogo por 3 sets a 2.

 

 

EQUIPES

 

 

PINHEIROS – Macris, Rosamaria, Vivian, Fê Isis, Ellen e Cibele. Líbero – Léia
Entraram – Bruna, Renatinha e Fran
Técnico: Wagner Coppini

 

 

MOLICO/NESTLÉ – Dani Lins, Ivna, Thaísa, Adenízia, Samara e Carcaces. Líbero – Camila Brait
Entraram – Gabi, Mari, Diana e Lara
Técnico: Luizomar de Moura

 

 

 
Da Redação com informações da CBV