Paraolimpíadas Rio 2016 – Natação: Com bronze no revezamento 4×100, Daniel Dias é o maior medalhista da natação paralímpica da história

Com bronze no revezamento 4x100, Daniel Dias é o maior medalhista da natação paralímpica da história
Com bronze no revezamento 4×100, Daniel Dias é o maior medalhista da natação paralímpica da história

 

A equipe brasileira masculina de natação paralímpica ganhou a medalha de bronze no revezamento 4×100 medley masculino, última competição da natação na Paralimpíadas 2016. Participaram da equipe os atletas Daniel Dias, Ruan de Souza, André Brasil e Phelipe Rodrigues. Os brasileiros fizeram o tempo de 4:17.51. A medalha de ouro ficou com a equipe da China, que fez o tempo de 4:06.44 e a medalha de prata ficou com os ucranianos, que fizeram um tempo de 4:07.89.

 

 

 

Com a conquista da medalha de bronze pela equipe brasileira, o nadador Daniel Dias tornou-se o maior medalhista da natação paralímpica da história da competição. A marca de Daniel Dias foi atingida neste sábado com a conquista das medalhas de ouro nos 100 metros rasos S-5 e de bronze no revezamento 4×100 medley masculino. Dias já conquistou 24 medalhas em paralimpíadas. Ele superou o australiano Matthew Cowdrey, que era o recordista com 23 medalhas.

 

 

 

 

Daniel Dias tem agora 14 medalhas de ouro, sete de prata e três de bronze. O australiano, que agora ocupa a segunda colocação na natação paralímpica, tem 13 medalhas de ouro, sete de prata e três de bronze. Na Rio 2016, o brasileiro subiu ao pódio nove vezes.

 

 

 

 

O revezamento, que rendeu o 24º pódio a Daniel Dias, foi bem mais complicado e, consequentemente, mais emocionante. O Brasil nadou longe dos líderes até Phelipe Rodrigues cair na piscina. Com um tempo excelente, quase 5 segundos abaixo do segundo nadador mais rápido, ele encurtou a diferença para os concorrentes e conseguiu bater à frente da equipe da Austrália, quarta colocada. Além de Phelipe e Daniel, Ruan de Souza e André Brasil levam o bronze na prova.
 

 


 
Com as duas conquistas deste sábado, Daniel Dias tem agora 14 medalhas de ouro, 7 de prata e 3 de bronze em Jogos Paralímpicos, enquanto Matthew Cowdrey tem 13 de ouro, 7 de prata e 3 de bronze. No Rio 2016, o nadador brasileiro subiu ao pódio 9 vezes: 4 medalhas de ouro, 3 de prata e 2 de bronze.
 

 

 

 

 

Teve mais bronze

 

 

 

 

O Brasil ainda subiu mais uma vez ao pódio na natação neste sábado. Joana Neves ficou em terceiro lugar nos 100m livre femininos classe S5 e, assim, conquistou o bronze. É a terceira medalha da brasileira, que no Rio 2016 já tinha conquistado duas pratas. Joana fechou a prova em 1min23s21 e viu a medalha de ouro ficar com a chinesa Li Zhang: 1min18s85. Teresa Perales, da Espanha, ganhou a medalha de prata com o tempo de 1min20s47.
 


 

Da Redação com informações da Agência Brasil e Rio 2016