Paraolimpíadas Rio 2016 – Canoagem: Em dia histórico, Brasil tem dois finalistas na canoagem velocidade nas Paralimpíadas Rio 2016

Caio Ribeiro foi o melhor de sua bateria na classe K3 e briga pelo ouro (Foto: Rio 2016/Paulo Mumia)
Caio Ribeiro foi o melhor de sua bateria na classe K3 e briga pelo ouro (Foto: Rio 2016/Paulo Mumia)

 

A canoagem velocidade viveu um momento histórico na manhã desta quarta (14) no Estádio da Lagoa. Pela primeira vez, o esporte teve provas disputadas nos Jogos Paralímpicos. E dois brasileiros brilharam na data especial: Caio Ribeiro e Luis Carlos Cardoso, que avançaram à final de suas provas e lutarão pelas primeiras medalhas do esporte na história dos Jogos.

 

 

 

 

Caio, de 30 anos, garantiu a vaga na final direto das eliminatórias ao vencer sua bateria, a segunda da classe KL3, com o tempo de 43s033. Quarto colocado nesta prova no Mundial deste ano, o brasileiro disputará a final na quinta (15), às 10h10.

 

 

 

 

“Estou muito feliz, mas foi só a primeira parte da batalha”, disse Caio, que obteve o segundo melhor tempo do dia entre os canoístas da classe.

 

 

 

 

Na classe KL1, Luis Carlos Cardoso também brilhou em sua bateria eliminatória, foi o mais veloz com 54s887, e avançou direto à final. Campeão mundial da prova em 2015, Luis, de 31 anos, fez o quinto melhor tempo entre os finalistas. A disputa pelo ouro está marcada para as 9h08 de quinta.

 

 

 
Outros três atletas brasileiros entraram na água na Lagoa, mas Debora Benevides e Igor Tofalini, na classe KL2, e Mari Christina Santilli, da KL3, não conseguiram avançar à final.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Rio 2016