Mundial de Desportos Aquáticos de Gwangju – Coreia do Sul: Brasil empolga torcida, mas fica fora da final no primeiro desafio do nado artístico no Mundial de Gwangju

Luisa Borges, Maria Clara Coutinho. Dueto tecnico. Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos. 12 de Julho de 2019, Gwangju, Coreia do Sul. Foto: Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br

 

Ao som do tema épico Two Steps From Hell, o Brasil fez sua estreia na tarde desta sexta-feira (12.07), no horário local, madrugada de sexta, no horário de Brasília, na disputa do nado artístico no Mundial de Desportos Aquáticos de Gwangju, na Coreia do Sul.

 

 

 

As brasileiras Luisa Borges e Maria Clara Coutinho formaram o 13º time a se apresentar na piscina do Yeomju Gymnasiun de um total de 45 duplas, de 45 países, que participaram da disputa.

 

 

 

Desde o início, o time do Brasil empolgou a torcida e a energia das arquibancadas deu confiança para Luisa e Maria Clara, ambas beneficiadas pela Bolsa Pódio do Governo Federal. Ao final, a nota de 81.0395 pontos garantiu ao time o 17º lugar na prova.

 

 

 

A pontuação não foi suficiente para que as brasileiras avançassem à final, que será disputada pelas 12 equipes mais bem classificadas: Rússia, China, Ucrânia, Japão, Itália, Canadá, Espanha, Áustria, França, Grécia, México e Estados Unidos.

 

 

 

Apesar disso, a avaliação foi positiva por parte das brasileiras. “Eu acho que a nossa apresentação foi muito boa e a gente se sentiu muito bem. Foi a nossa melhor nadada, sem duvida”, comemorou Maria Clara Coutinho. “A gente estava até falando que na montada, que é a colocação da dupla na parte de fora da piscina, a gente sentiu o público vibrando muito. Então a gente achou que conseguiu convencer o público”, prosseguiu.

 

 

 

“A nota a gente realmente achou baixa. Nós esperávamos uma nota mais alta e não ficamos satisfeitas e espero que no dueto livre a gente consiga uma nota mais alta. Mas sinto que nós cumprimos nosso dever, porque fizemos um ótimo trabalho e acho que a arquibancada toda veio junto com a gente”, continuou a nadadora, que ficou empolgada para o resto da competição.

 

 

Nado artístico - Mundial de Desportos Aquáticos Gwangju 2019
 

“A expectativa é aumentar sempre a nota. Esse é o objetivo que queremos alcançar. Esperamos realizar nadadas tão boas ou melhores do que essa”, afirmou Maria Clara, que ainda irá se apresentar no dueto livre, novamente ao lado de Luisa Borges, além das disputas de equipe técnica, equipe livre e combo, sempre tendo Luisa Borges no grupo.

 

 

 

Para Luisa, a dupla com Maria Clara está ganhando força a cada ano. “Eu e a Maria Clara temos crescido bastante como dueto. É o nosso segundo Mundial juntas e acho que fizemos uma apresentação bem consistente. Agora é treinar mais ainda porque temos muita prova pela frente”.

 

Luisa Borges, Maria Clara Coutinho. Dueto tecnico. Campeonato Mundial dos Esportes Aquáticos. 12 de Julho de 2019, Gwangju, Coreia do Sul. Foto: Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br

 

Quem pratica esse esporte, além da graciosidade e da técnica, necessita ainda ter bastante controle da respiração, principalmente para executar movimentos estando de cabeça para baixo na água. É por isso que os atletas usam um tampão no nariz.

 

 

Os competidores podem obter pontuações que variam de 0 a 10. Durante as provas, todos os julgamentos são feitos do ponto de vista da perfeição com cada transição realizada na apresentação e as notas são dadas de acordo com a seguinte escala:

 

» Perfeito 10 pontos
» Quase perfeito 9.9 – 9.5
» Excelente 9.4 – 9.0
» Muito Bom 8.9 – 8.0
» Bom 7.9 – 7.0
» Competente 6.9 – 6.0
» Satisfatório 5.9 – 5.0
» Deficiente 4.9 – 4.0
» Fraco 3.9 – 3.0
» Muito fraco 2.9 – 2.0
» Difícil reconhecer 1.9 – 1.0
» Completamente falho 0

Próxima disputa do Brasil

Sexta-feira (12.07)
23h
horário de Brasília
Dueto Misto Técnico
» Giovana Nunes Stephan
» Renan Alcantra Trindade de Souza

As prova do Brasil em Gwangju

Dueto Técnico e Duelo Livre
» Maria Clara Lobo Coutinho
» Luisa Nunes Porto Borges

Dueto Misto Técnico e Duelo Misto Livre
» Giovana Nunes Stephan
» Renan Alcantra Trindade de Souza

Equipe Técnica
» Gabriela Regly e Silva Abrantes Teixeira
» Giovana Nunes Stephan
» Laura de Souza Miccuci
» Lorena Fontes Molinos
» Luisa Nunes Porto Borges
» Maria Bruno
» Maria Clara Lobo Coutinho
» Maria Eduarda de Souza Miccuci
Reservas:
» Anna Giulia França Veloso
» Julia Catharino Soares

Equipe Livre
» Anna Giulia França Veloso
» Giovana Nunes Stephan
» Laura de Souza Miccuci
» Lorena Fontes Molinos
» Luisa Nunes Porto Borges
» Maria Bruno
» Maria Clara Lobo Coutinho
» Maria Eduarda de Souza Miccuci
Reservas:
» Gabriela Regly e Silva Abrantes Teixeira
» Julia Catharino Soares

Combo
» Anna Giulia França Veloso
» Giovana Nunes Stephan
» Laura de Souza Miccuci
» Lorena Fontes Molinos
» Luisa Nunes Porto Borges
» Maria Bruno
» Maria Clara Lobo Coutinho
» Maria Eduarda de Souza Miccuci
» Gabriela Regly e Silva Abrantes Teixeira
» Julia Catharino Soares
» Vitoria Cloretti Casale

 

 

Da Redação com informações provenientes de Luiz Roberto Magalhães – de Gwangju, na Coreia do Sul – rededoesporte.gov.br