Liga Mundial de Vôlei – 2015: Lucas Lóh volta ao Ginásio onde começou a carreira.

Lucas Lóh
Lucas Lóh

 

 

 

Aos 17 anos, o paranaense Lucas Lóh saiu de Toledo para tentar a sorte na peneira de São Bernardo do Campo (SP). Depois de apenas um ano de vôlei na sua cidade, ele foi aprovado sob os olhares de Rubinho, atualmente seu técnico na seleção brasileira masculina na disputa da Liga Mundial 2015. Na época, há sete anos, Rubinho era o treinador da equipe da cidade e gostou do que viu.

 

 

Atualmente, aos 24 anos, Lucas Lóh relembra o processo de avaliação que passou e os dois anos que passou no ABC Paulista. “Eu tinha um amigo que jogava aqui e me chamou para a peneira. Quando vim, não imaginava de jeito nenhum que eu seria aprovado, nem muito menos que voltaria a este ginásio com a seleção brasileira. Eu nem sabia direito o que era jogar vôlei e ainda bem que eles viram qualidade em mim”, lembrou Lucas Lóh.

 

 

 

 

Em meio a uma enorme quantidade de garotos, Lucas se destacou ao lado de outros atletas que atualmente estão na disputa da Superliga, a principal competição do vôlei brasileiro.

 

 

 

 

“Lembro do Rubinho observando o nosso teste e de todos os outros treinadores. Ele acompanhou a peneira toda e daquela peneira saíram outros jogadores que estão em grandes times hoje, como o Matheus Alejandro, Bruno Canuto e Danilo Gelinski”, contou o ponteiro da seleção brasileira.

 

 

 

 

O atual momento reflete a alegria vivida pelo jogador. A chance de estar na seleção adulta e aprender cada dia mais com ícones do esporte é motivo de muita comemoração.

 

 

 

 

“Estou muito feliz aqui na seleção. Cada vez me sinto mais parte do grupo, acolhido e a cada momento me sinto mais contente. Um dos maiores prazeres que tenho aqui é treinar ao lado do Murilo, que sempre foi um espelho. Tenho características semelhantes a dele e busco aprender cada vez mais a cada treinamento”, disse Lucas Lóh.

 

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes da CBV