Liga Mundial de Vôlei – 2015: Brasil vence a terceira partida na Liga Mundial e a vítima da vez foi a Austrália

Brasil vence a terceira partida na Liga Mundial e a vítima da vez foi a Austrália - Foto: Alexandre Arruda/CBV
Brasil vence a terceira partida na Liga Mundial e a vítima da vez foi a Austrália – Foto: Alexandre Arruda/CBV

 

 

A seleção brasileira masculina de vôlei segue com 100% de aproveitamento na Liga Mundial 2015. Depois de vencer os dois primeiros jogos, contra a Sérvia, a equipe verde e amarela bateu a Austrália, nesta sexta-feira (05.06), no ginásio Adib Moysés Dib, em São Bernardo do Campo (SP). O time comandado pelo técnico Rubinho levou a melhor por 3 sets a 1 (25/20, 21/25, 25/19 e 25/18), em 1h45 de jogo.

 

 

Nesta sexta, o oposto Evandro foi o maior pontuador da partida, com 19 acertos, sendo 17 de ataque. O ponteiro Lipe também colaborou bem para a vitória da seleção brasileira, com 16 pontos no total. O capitão Murilo fez boa partida, marcou 12 pontos – sete de ataque, quatro de bloqueio e um de saque – e demonstrou satisfação ao falar sobre seu desempenho.

 

 

 

“Há tempos não fazia uma partida boa como essa de hoje, conseguindo ajudar também no ataque. Hoje consegui pontuar mais, tivemos um bom volume de jogo e isso foi importante. Nossa defesa esteve bem, tocando no bloqueio, e isso cria mais opções. Quando conseguimos ter esse volume de jogo, apresentamos um bom voleibol”, disse Murilo.

 

 

 

O ponteiro e capitão do Brasil ainda comemorou o fato de ter o filho Arthur, de 1 ano e 5 meses, por perto. “Hoje foi um dia muito especial. O Arthur já tinha participado de alguns jogos pela Superliga, mas com a seleção brasileira foi a primeira vez. É uma responsabilidade a mais”, brincou Murilo.

 

 

HINO! Olha a festa da torcida no hino nacional brasileiro! Vai começar Brasil x Austrália com transmissão ao vivo na Rede Globo e na Band! #rumoaodeca

Posted by CBV – Confederação Brasileira de Voleibol on Sexta, 5 de junho de 2015

 

 

O maior pontuador do confronto comentou sobre a atuação da seleção. “Começamos cometendo muitos erros de saque, mas o jogo é assim. Buscamos adaptação ao longo da partida e deu certo. Hoje vimos que não tem favoritismo no vôlei. O time que conseguir uma boa sequência de saques em um set pode ganhar uma partida”, destacou o oposto Evandro, que acredita que este foi o melhor jogo que fez na equipe do Brasil.

 

 

 

 

“Não tenho um histórico muito grande de jogos com a seleção, mas, certamente, essa foi a minha melhor partida. Hoje foi legal porque contamos com o apoio da torcida e assim é sempre mais gostoso”, disse Evandro.

 

 

 

 

Titular no jogo de hoje, o levantador William elogiou o foco mantido pelo grupo nos momentos de dificuldade. “Erramos bastante saque e o fato de não perder a concentração nesses momentos difíceis foi o ponto positivo da equipe no jogo de hoje. A experiência do time contou a nosso favor e melhoramos um pouco mais a cada set”, explicou William.

 

 

 

O Brasil volta à quadra neste domingo (07.06), às 10h, para enfrentar novamente a Austrália, no mesmo local. A partida terá transmissão da Globo e da Band.
 

Brasil vence a Austrália por 3 sets a 1 – fotos Alexandre Arruda/CBV

Posted by Portal Bragança on Sexta, 5 de junho de 2015

 

 

 

 

O JOGO

 

 

 

Brasil e Austrália começaram fazendo um jogo equilibrado e o desempate depois de 7/7 veio no erro de saque dos australianos. Depois de bom saque de Murilo, a equipe da casa fez 11/10. No ace de Lucão, a seleção brasileira abriu três de vantagem (14/11) e forçou a Austrália a pedir tempo. A diferença se manteve em três pontos em 18/15. Já na reta final, com Lipe, o Brasil fez 23/20. No ponto de saque do mesmo ponteiro, o placar foi para 24/20. E foi novamente com Lipe que o Brasil fechou em 25/20.

 

 

 

A Austrália começou melhor o segundo set e abriu boa vantagem em 12/8. O time visitante seguiu no comando do marcador. No bloqueio de Lucão, a vantagem adversária reduziu para 16/13. Mesmo com o oposto Evandro pontuando bem, os australianos fizeram 18/15. Depois de grande recuperação do levantador William, Evandro pontuou, o placar foi para 19/17 para a Austrália e o ginásio comemorou. O Brasil buscou e, em combinação de Raphael com Éder, deixou tudo igual: 21/21. A Austrália pediu tempo. Na volta, pontuou e fez 23/21. Foi a vez da seleção brasileira parar o jogo. A Austrália seguiu bem e fechou em 25/21.

 

 

 

O time visitante teve novamente um início bom, no comando do placar. No bloqueio de Murilo, o Brasil deixou tudo igual em 6/6. A Austrália, então, reassumiu o comando do marcador e fez 9/6. Riad entrou para sacar no lugar de Lucão e, na sequência, Lipe virou para a seleção brasileira: 11/10. Com dois pontos seguidos de Murilo, no ataque e no bloqueio, a equipe da casa chegou a 17/14. No bloqueio de Riad, 19/15. No final, melhor para a seleção brasileira, que fechou em 25/19.

 

 

 

No quarto set foi a vez do Brasil começar melhor e fazer 4/2. A Austrália chegou ao empate em 6 pontos e, com Murilo, a equipe da casa fez 7/6. O set seguiu com equilíbrio até Evandro contra-atacar e colocou três de vantagem: 12/9. Em boa passagem de Riad pelo saque, o Brasil seguiu pontuando e chegou a colocar sete de frente (17/10). Evandro pontuou e o Brasil fez 20/13. As equipes seguiram pontuando proporcionalmente e a seleção brasileira venceu por 25/18.

 

 

 

EQUIPES

 

 

 

BRASIL – William, Evandro, Éder, Lucão, Lipe e Murilo. Líbero – Serginho
Entraram – Lucas Lóh, Raphael, Wallace, Riad
Técnico: Rubinho

 

 

 

AUSTRÁLIA – Guymer, Sanderson, Edgar, Mote, Walker, Sukovchev. Líbero – Perry
Entraram: Nathan, Bell, Ewen e Williams
Técnico: Roberto Santilli

 

 

 
Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências Nacionais e da CBV