Judô: Brasil vence Colômbia por quatro a um no SuperDesafio BRA

Phelipe Pelim, Vinícius Panini, Samanta Soares e Leonardo Gonçalves marcaram os pontos brasileiros no confronto deste sábado, em Osasco – Foto: CBJ

 

Depois de um dia intenso de combates da Seletiva Tóquio 2020 – Etapa I, no Ginásio do Bradesco, em Osasco, neste sábado, 14, cinco dos 27 classificados pela seletiva representaram o Brasil no 31º SuperDesafio BRA contra a Colômbia e garantiram mais uma vitória brasileira no evento amistoso por equipes mistas realizado pela CBJ. Phelipe Pelim (60kg), Yanka Pascoalino (63kg), Vinícius Panini (81kg), Samantas Soares (78kg) e Leonardo Gonçalves (100kg) foram os escolhidos para essa missão e não decepcionaram.

 

 

 
No primeiro combate, Pelim conseguiu superar John Futtinico por ippon para marcar o primeiro ponto do Brasil. Na sequência, a jovem Yanka Pascoalino foi imobilizada por Brigitte Carabali até o ippon, empatando a disputa em um a um. Na terceira luta, Vinícius Panini imobilizou Pedro Castro e conseguiu mais um ippon para o Brasil, devolvendo a vantagem à seleção da casa.

 

 

 

 

“Foi a primeira oportunidade que eu tive de representar o Brasil, de estar na equipe e eu, mesmo cansado, tirei forças de onde não tinha mais para vencer essa luta”, comemorou Panini.

 

 

 

 

No quarto confronto, Samanta Soares não deu espaço para os ataques de Luisa Bonilla, pontuou com um wazari e garantiu o terceiro ponto do Brasil no duelo, além do título antecipado. Leonardo Gonçalves fechou o placar de forma brilhante, imobilizando Carlos Garzon em apenas 30 segundos de luta.

 

 

 

 

“Sempre um prazer representar o Brasil. Fiquei bastante feliz com a forma como lutei hoje e, principalmente, por estar lutando aqui na minha casa na frente de toda a minha família que veio me assistir”, comentou o ligeiro Phelipe Pelim ao final do Superdesafio.

 

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do CBJ