Jogos Parapan-Americanos de Toronto 2015: Brasil conquista medalha inédita no Paraciclismo do Parapan de Toronto

Luciano da Rosa e Edson Rezende (à direita), no pódio da prova de Tandem dos Jogos Parapan-Americanos. Foto: Confederação Brasileira de Ciclismo
Luciano da Rosa e Edson Rezende (à direita), no pódio da prova de Tandem dos Jogos Parapan-Americanos. Foto: Confederação Brasileira de Ciclismo

 

 

 

Luciano da Rosa e o piloto Edson Rezende garantem o bronze se se tornam os primeiros do país a subir ao pódio na modalidade Tandem em Parapans
Após o ouro de Lauro Chaman na prova de resistência do Paraciclismo de Estrada, o Brasil voltou ao pódio nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto. Na segunda-feira (10.08), Luciano da Rosa e seu piloto Edson Rezende conquistaram o bronze no Tandem, prova mista para deficientes visuais. Eles se tornaram os primeiros atletas do país a subir ao pódio na prova em Jogos Parapan-Americanos.

 

 

Na disputa pelo terceiro lugar da prova de Perseguição Individual, os brasileiros fecharam o percurso de 4.000 metros em 4min43s034, vencendo a dupla argentina Raul Villalba e Ezequiel Romero da Argentina (4min51s636). O ouro ficou com Daniel Chalifour e Alexander Cloutier, do Canadá, e a prata foi para Nelson Serna e Sebastian Durango, da Colômbia. Na mesma prova, as brasileiras Marcia Fanhani e a piloto Mariane Ferreira alcançaram a oitava colocação (5min34s109).

 

 

 
“O Brasil tem evoluído bastante nos últimos anos. Após um amadurecimento natural dos atletas, os resultados estão surgindo em várias classes e agora no Tandem. Me sinto honrado de ajudar meu país a subir ao pódio e espero que essa medalha sirva para dar maior visibilidade ao Paraciclismo, atraindo novos atletas”, declarou Luciano.

 

 

 

A segunda-feira em Toronto também foi boa para o campeão Lauro Chaman, que competiu no 1 km Contrarrelógio e terminou no Top-5 da classe C1-5 (1min08s974). O compatriota Soelito Gohr ficou com a 14ª colocação (1min13s186). Subiram ao pódio os norte-americanos Joseph Berenyi, que levou o ouro (1min07s195), e Justin Widhalm, que ficou com o bronze (1min07s987), e o colombiano Edwin Matiz, que garantiu a prata (1min07s779).

 

 

 

 

Os paraciclistas retornam à pista nesta terça-feira (11.08), com Lauro e Soelito disputando a prova de perseguição individual e as duas duplas do tandem, Luciano/Edson e Marcia/Mariane, no 1 km Contrarrelógio. Na quinta-feira (13.08), os atletas encerram sua participação na competição no Canadá na prova de Contrarrelógio do Paraciclismo de Estrada.

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias e Confederação Brasileira de Ciclismo