Jogos Pan-americanos de Toronto 2015: Judô Brasil leva ouro e bronze

Judô Charles Chibana
Judô Charles Chibana (Foto: Reprodução arquivo atléta)

Após um primeiro dia inspirado, com pódios conquistados em todas as categorias disputadas, o judô brasileiro voltou a se destacar neste domingo (12.07) nos jogos Pan-Americanos de Toronto. Foram mais duas medalhas: ouro para Charles Chibana e bronze para Rafaela Silva. O peso leve Alex Pombo, derrotado na semifinal e na disputa do bronze, acabou fora do pódio

Primeiro brasileiro a subir ao tatame, Charles Chibana venceu o salvadorenho Gustavo Lopez Aguilera, por ippon, após pouco mais de um minuto de luta. Na semifinal, mais uma vez sem dificuldades e por ippon, bateu o venezuelano Sergio Mattey. Na final, contra o judoca canadense Antoine Bouchard, 16º melhor judoca da categoria, o paulista voltou a dar show: mais um ippon e o título de campeão Pan-Americano.

“Eu sempre gostei desse judô mais clássico, de ippon. Aquela luta de punição em punição eu acho muito chata. Eu procuro sempre fazer o meu judô, mais aberto . Às vezes eu posso cair, mas muitas vezes eu consigo jogar. Deu certo”, afirmou.

Quinta melhor judoca do mundo na categoria até 57kg, Rafaela Silva começou bem e, com um wazari e um yuko, venceu a argentina Gabriela Narvaez com certa tranquilidade. Na semifinal, no entanto, a brasileira acabou derrotada pela canadense Catherine Beauchemin-Pinar, por ippon, após sofrer imobilização. Na disputa do bronze, contra Anriquelis Barrios, Rafaela se recuperou e venceu a venezuelana com ampla vantagem.

Para a carioca, o apoio da equipe técnica brasileira foi fundamental para superar o revés da semifinal. “Antes da luta do bronze a comissão inteira veio conversar comigo para falar que eles não estavam reconhecendo a Rafaela que estava no tatame, que eu tinha que buscar dentro de mim a Rafaela, com garra, com vontade, querendo buscar a medalha. E foi assim que eu voltei na disputa do bronze”, revelou.

Um dos favoritos ao ouro na categoria até 73kg, Alex Pombo fez uma primeira luta consistente e venceu o salvadorenho Juan Rosa por ippon em menos de um minuto. Nas semifinais, em luta de arbitragem controversa, o brasileiro acabou derrotado porAlejandro Clara. Com três penalizações, contra duas do judoca argentino, Pombo perdeu a chance de disputar o ouro.

Depois disso, em luta equilibrada pelo bronze, o paulista foi derrotado pelo canadense Arthur Margelidon, por ippon aos quatro minutos de luta, e ficou sem a medalha. Para Alex, uma pequena lesão durante o embate pode ter sido determinante.

“Eu fui fazer uma passagem de chão e meu joelho acabou estalando. Não consegui apoiar a perna no chão e acabou complicando. Eu estava bem na luta, tinha feito a pontuação, tentei manter, mas acabei sentindo”, afirmou o judoca, que agora buscará se preparar para o Mundial de Judô de Astana, no Kazaquistão, em agosto.

Nesta segunda-feira (13.07), Mariana Silva, Victor Penalber, Maria Portela e Tiago Camilo serão os representantes brasileiros do judô no Canadá. As lutas preliminares terão início a partir das 16h05 (horário de Brasília).

Um recado para vocês direto da arena de luta!!! É campeão!!! #PreparadosParaVencer #TimeBrasil #CBJ #ExércitoBrasileiro #CDE #ECP #NewMillen #TimeMVPnoPan

Posted by Charles Chibana on Domingo, 12 de julho de 2015

Com Informações Brasil2016 e Arquivo Redes Sociais