Jogos Pan-americanos de Toronto 2015: Seleção Brasileira Feminina de Polo Aquático goleia a Venezuela por 18 a 1 no Pan 2015

 Izabella Chiapinni marcou sete gols na goleada em cima da Venezuela
Izabella Chiapinni marcou sete gols na goleada em cima da Venezuela

 

 

 

Com um show de Izabella Chiapinni, a seleção brasileira feminina de polo aquático deu um passo importante para a classificação para as semifinais dos Jogos Pan-americanos Toronto 2015. As meninas do Brasil golearam a Venezuela por 18 a 1 na manhã desta quinta-feira, 9 de julho, com sete gols da atacante. Com o resultado, a equipe chega aos 3 pontos no grupo B da competição.

 

 

 

 

Gabriela Mantellato (3), Amanda Oliveira (3), Mirella Coutinho (2), Viviane Bahia, Marina Canetti e Marina Zablith marcaram os outros, com Yineldi Marin fazendo o de honra para a Venezuela. No próximo sábado, dia 12, elas voltam à piscina do Atos Markham Center para enfrentar a seleção de Porto Rico.

 

As meninas do Polo Aquático arrasaram e ganharam da Venezuela com facilidade: BRASIL 18 X 1 VENEZUELA
As meninas do Polo Aquático arrasaram e ganharam da Venezuela com facilidade: BRASIL 18 X 1 VENEZUELA

 

 

Num jogo tranquilo, o Brasil foi pouco ameaçado pelo ataque venezuelano. Depois de uma estreia tensa e muito disputada contra o Canadá, que terminou num empate em 7 a 7, a vitória foi importante para dar confiança às jogadoras brasileiras, que buscam uma medalha. Com três bronzes conquistados nas edições de Winnipeg (1999), Santo Domingo (2003) e Guadalajara (2011), as principais adversárias das brasileiras nessa caminhada serão a seleção anfitriã e os Estados Unidos.

 

 

 

 

“A gente não quer só a classificação, a gente quer o primeiro lugar do grupo. Para não enfrentar os Estados Unidos nas semifinais, só na final, porque as americanas são as melhores do mundo. Precisávamos fazer muitos gols hoje, para o caso de a decisão ser no saldo de gols. Eu estava nervosa por causa disso, comecei muito mal, perdi até um pênalti. Mas minhas amigas me deram força, conversaram comigo, me ajudaram. Aí relaxei e os gols começaram a sair”, comentou a artilheira do Brasil nos Jogos, com 9 gols em duas partidas. Segundo Izabella, a prata é o grande objetivo da seleção nesta edição dos Jogos: “Nosso time está bem melhor do que em 2011, quando fomos bronze. Nós estamos muito bem preparadas, viemos de uma Liga Mundial forte. A gente quer subir um degrau. A gente quer a prata”.

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias e do COB – www.cob.org.br