Jogos Pan-americanos de Toronto 2015: Seleção Brasileira de Basquete Masculino vence a Venezuela e segue com 100% de aproveitamento no Pan 2015

Brasil vence a Venezuela por 79 x 64 pela fase de grupos do Pan de Toronto. Foto: William Lucas/inovafoto
Brasil vence a Venezuela por 79 x 64 pela fase de grupos do Pan de Toronto. Foto: William Lucas/inovafoto

 

 

O Brasil fez o dever de casa e venceu mais um adversário no basquete masculino dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015. Sem ser ameaçado em nenhum momento da partida, o time pentacampeão do torneio continental derrotou a Venezuela por 79 x 64, nesta quarta-feira (22.07), no ginásio do Ryerson Athletic Centre.

 

 

 

Com o resultado, a equipe do técnico Rubén Magnano chegou a sua segunda vitória na competição – além dos venezuelanos, venceu Porto Rico (92 x 59) na terça-feira (21.07) –, manteve os 100% de aproveitamento e pode se classificar ainda hoje para as semifinais. Para isso, basta que os Estados Unidos vençam Porto Rico. Os brasileiros voltam à quadra amanhã, às 22h, quando enfrentam justamente os norte-americanos. A partida deve marcar a disputa pelo primeiro lugar do Grupo A e a definição do adversário na fase seguinte. A outra chave tem México, Argentina, Canadá e República Dominicana.

 

 

 

 

Com marcação forte na defesa e velocidade na saída para o ataque, o Brasil começou a partida na pressão. Com seis pontos logo de cara do ala-armador Vítor Benite, do Flamengo, o time abriu vantagem e venceu o primeiro quarto por 22 x 9.

 

 

 

 

No segundo quarto, Magnano começou a colocar alguns reservas em quadra, como o experiente Olivinha, também do Flamengo. A Venezuela pouco ameaçava e a vantagem verde e amarela seguia firme. Tanto que o Brasil foi para o intervalo com 14 pontos de vantagem: 37 x 23.

 

 

 

 

Administrando as ações e já sem Benite tão inspirado, o Brasil passou a rodar mais a bola, mas continuou pontuando. Fechou o terceiro quarto em 54 x 43 e, no último período, fez 79 x 64 para fechar o placar.

 

 

 

 

“Hoje fomos uma equipe sólida, mesmo jogando contra uma Venezuela aguerrida e de um jogo físico duro. Tivemos um momento ruim na partida, mas soubemos sair disso e mostramos uma qualidade boa. Hoje a bola saiu mais para mim, foi a minha função. Tomara que amanhã seja o dia de outros jogadores também”, comentou Benite, cestinha brasileiro na partida, com 14 pontos.

 

 

 

 

Para Magnano, a preparação brasileira tem sido bem feita e, por isso, os resultados estão aparecendo. “Quando você trabalha e se prepara, as chances de ter o objetivo mais próximo são maiores. Temos que fazer o nosso jogo dentro de quadra. Acho que estamos focados e muito bem”, elogiou o treinador argentino.

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações de Agências de Notícias e do Ministério do Esporte