Jogos Pan-americanos de Toronto 2015: O Tenista João Menezes conseguiu avançar à 3ª rodada no torneio de Tênis no Pan 2015

Tenista João Menezes
Tenista João Menezes

 

 

 

O tênis viveu hoje o seu segundo dia de disputas nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015. Pelo o que se viu nos dois primeiros dias de competição, é bom os torcedores que planejam acompanhar o torneio no Aviva Centre estarem com seus exames cardíacos em dia, e não se esquecerem de colocar um potente protetor solar na mochila. Com agenda lotada, já que foi disputada toda a 2ª rodada da chave masculina, e a metade da 1ª rodada da chave feminina, o sábado (11) foi de muita emoção e cheio de partidas difíceis e longas, debaixo do calor de rachar do verão canadense.

 

 

 

 

Com quatro atletas em quadra, o Time Brasil terminou o dia com 50% de aproveitamento, e uma ótima notícia. Atual número 658 do ranking mundial, João Menezes conseguiu passar por uma chave muito difícil e, após derrotar o uruguaio Ariel Behar em sua estreia, hoje manteve o bom nível de seu tênis, com grande consistência nas trocas de bola do fundo de quadra e muita agressividade, e derrotou pela primeira vez em três confrontos o bom chileno Nicolas Jarry, quinto cabeça de chave do torneio e atual número 202 do mundo em um jogo duríssimo e de virada, com parciais de 5/7, 6/2 e 6/4, em 2:18h de jogo. “Hoje enfrentei um jogo muito difícil desde o primeiro ponto. O chileno é muito alto e saca muito bem, e hoje eu fui capaz de acertar minha devolução de saque e fazê-lo jogar. Acho que assim consegui ir minando aos poucos o jogo dele, ganhei cada vez mais confiança e consegui uma grande vitória”, disse João Menezes, que enfrenta o equatoriano Gonzalo Escobar na 3ª rodada, provavelmente amanhã. “Nunca joguei contra ele e não o conheço. Vou conversar com meu treinador e também com os meninos, já que tanto o Zormann quanto o Orlando treinaram com ele aqui em Toronto, e certamente terão algumas dicas para me passar”, finalizou o vitorioso João.

 

 

 

 

Em duelo válido também pela 2ª rodada, Orlando Luz não teve a mesma sorte e foi derrotado em dois sets pelo 4º cabeça de chave da competição, o norte-americano Dennis Novikov, tenista número 196 do mundo, com parciais de 6/1 e 7/6 (11/9). “Saí um pouco do jogo no primeiro set, e demorei para conseguir voltar a focar no que eu precisava fazer dentro de quadra. No segundo set consegui entender melhor o jogo e acho que fiz o que tinha que fazer, mas tenho que reconhecer os méritos do meu adversário, que jogou muito bem e conseguiu algumas bolas incríveis. Sem dúvidas, ele mereceu a vitória hoje”, disse Orlandinho, que agora volta suas atenções para o torneio de duplas, ao lado de Marcelo Zormann. A parceria, aliás, se entende bem e foi campeã no torneio juvenil em Wimbledon na temporada passada. “Vamos nos preparar bem para essa primeira rodada. A chave é difícil e todos que estão aqui querem buscar uma medalha. Nossa dupla é muito forte, e estamos focados em conseguirmos um bom resultado para o Brasil”, complementou o atual número dois do ranking mundial juvenil.

 

 

 

No feminino, Paula Gonçalves vence, e Gabriela Cé é derrotada

 

 

 

 

Na abertura da chave feminina, Paula Gonçalves precisou 2:45h, três sets e um tie-break para derrotar a chilena Daniela Seguel e avançar para a segunda rodada do torneio, em sua estreia em Jogos Pan-americanos. “Eu adoro esse tipo de competição. Ter a chance de vestir a camisa e representar o meu país é algo que mexe muito comigo. Estou muito feliz com essa chance, e também com minha vitória hoje. Estreia é sempre um jogo mais complicado, a gente nunca sabe exatamente o que esperar, mas agora estou mais confiante e me sinto mais preparada para os próximos jogos”, revelou Paula, que amanhã descansa e joga a 2ª rodada contra a paraguaia Verônica Cepede apenas na segunda-feira.

 

 

 

 

 

A outra brasileira a estrear hoje foi Gabriela Cé, e em grande estilo. A partida contra a canadense Gaby Dabrowski foi disputada na quadra central do complexo Aviva Centre. Apesar do nobre palco e da boa presença da torcida brasileira, a tenista não conseguiu encaixar seu melhor jogo e cometeu muitos erros e duplas-faltas durante toda a partida. O placar final foi de 2 sets a 1 para a canadense, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/3, em duelo que teve 2:11h de duração.

 

 

 

 

 
Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias e do COB