Jogos Olímpicos Rio 2016 – Ginástica Rítmica: Natália Gaudio encanta a torcida Brasileira mas não se classifica para a final individual da ginástica rítmica.

Natália Gaudio encanta a torcida Brasileira mas não se classifica para a final  individual da ginástica rítmica.
Natália Gaudio encanta a torcida Brasileira mas não se classifica para a final individual da ginástica rítmica.

 

 

 

 

 

Natália Gaudio se apresentou ao som de bandolins, baterias, orquestra e guitarras elétricas nas provas classificatórias da ginástica rítmica dos Jogos Olímpicos Rio 2016, nesta sexta-feira, 19 de agosto. Com graça e leveza, sem deixar bola, arco, fita ou maças caírem, a gaúcha encantou o público, mas terminou na 23ª colocação, com 65.532 pontos, e ficou sem vaga entre as dez finalistas.

 

 

 

 

O primeiro aparelho de Natália, ainda pela manhã, foi a bola, com a qual se apresentou com a música “Bandolins”, de Oswaldo Montenegro, conquistando 16.300 pontos. Em seguida, a ginasta de 23 anos deu uma guinada para o rock e, com uma versão de “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana, levantou a torcida com sua performance com o arco, que lhe valeu a nota 16.566. Nesse aparelho, ela contou com a preciosa participação da ex-ginasta ucraniana Anna Bessonova, dona de dois bronzes olímpicos em Atenas 2004 e Pequim 2008, na elaboração da coreografia.

 

 

 

 

 

Nas rotações da tarde, Natália continuou empolgando, dessa vez com um samba: sua apresentação com a fita teve muito gingado com uma versão de “Cidade Maravilhosa”, interpretada pela bateria da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel. Para finalizar, o tema dramático do filme “Drácula” deu o tom de sua exibição com as maças. Nessas duas últimas apresentações, a ginasta ganhou 16.216 e 16.450 pontos, respectivamente. Apesar de não ter passado para a final, Natália teve uma boa evolução, já que no Mundial de Stuttgart, no ano passado, suas notas variaram entre 15.000 e 15.750, e dessa vez ficaram todas acima de 16.000.

 

 

 

 

Neste sábado, 20 de agosto, será a vez da prova classificatória por equipes. O Brasil estará presente com Emanuelle Lima, Francielly Machado, Gabrielle Moraes, Jéssica Maier e Morgana Gmach. Serão 14 seleções, sendo que as oito melhores passam para a final, que acontece no domingo, 21 de agosto, último dia de competição dos Jogos Rio 2016.

 

 

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do COB