Jogos Olímpicos Rio 2016 – Esgrima: Moscou encerra série de torneios do Grand Prix de esgrima e distribui pontos para classificação Olímpica

Duelo de sabre durante os Jogos Londres 2012 (Foto: Getty Images/Hannah Johnston)
Duelo de sabre durante os Jogos Londres 2012 (Foto: Getty Images/Hannah Johnston)

 

 

 

Encerrando a série de torneios do Grand Prix da Federação Internacional de Esgrima (FIE), um torneio de sabre realizado neste fim de semana (29-31 de maio) em Moscou, na Rússia, distribuiu cerca de 500 pontos para o ranking mundial – principal meio de classificação para os Jogos Rio 2016. O evento reuniu aproximadamente 340 esgrimistas de 50 países especialistas na arma, e os 65 melhores ao final da competição pontuaram.

 
Entre as mulheres, a ucraniana Olga Kharlan levou a melhor sobre a russa Yana Egorian, levando, além da medalha de ouro, 48 pontos no ranking destinados ao vencedor da competição contra os 39 garantidos ao segundo lugar. O terceiro lugar geral também ficou para a Rússia, com Sofya Velikaya e Ekaterina Dyachencko, que garantiram, ambas, 30 pontos rumo à classificação Olímpica.

 

 

 

Já na competição masculina, o romeno Tiberiu Dolniceanu foi o grande vencedor, derrotando o alemão Matyas Szabo, também garantindo 48 e 39 pontos respectivamente. Na terceira posição, somando 30 pontos cada, ficaram os húngaros Tamas Decsi e Aron Szilagyi.

 

 

 

 

Esta foi a nona e última etapa do Grand Prix, série de competições que transita entre as três armas da esgrima (espada, sabre e florete). A anterior foi realizada no Rio, trazendo para a cidade-sede dos Jogos alguns dos maiores nomes da espada do mundo.

 

 

 

 
Segundo os critérios de classificação definidos pela FIE, os dois melhores atletas por arma (limitado a um atleta por país e excluindo os já classificados na prova por equipes) no ranking de abril de 2016 garantem vaga na competição Olímpica (acompanhe todas as classificações).

 

 

 
Quer saber quem está na frente? Confira abaixo os melhores atletas em cada arma, segundo o ranking atual da FIE:
Feminino

 

 
Espada

 

1. Emese Szasz (Hungria) – 171 pontos
2. Ana Maria Branza (Romenia) – 152 pontos
3. Erika Kirpu (Estônia) – 149 pontos

 

Florete

 

1. Ariana Errigo (Itália) – 265 pontos
2. Elisa di Francisca (Itália) – 264 pontos
3. Lee Kiefer (Estados Unidos) – 188 pontos

 

Sabre

 

 

1. Olga Kharlan (Ucrânia) – 324 pontos
2. Mariel Zagunis (Estados Unidos) – 231 pontos
3. Sofya Velikaya (Rússia) – 208 pontos

 

Masculino

 
Espada

 

 

1. Gauthier Grumier (França) – 164 pontos
2. Enrico Garrozo (Itália) – 159 pontos
3. Ulrich Robeiri (França) – 155 pontos

 

 

Florete

 

 

1. Alexey Cheremisinov (Rússia) – 197 pontos
2. Race Imboden (Estados Unidos) – 170 pontos
3. Dmitry Rigin (Rússia) – 162 pontos

 

 

Sabre

 

 

1. Bongil Gu (Coréia do Sul) – 251 pontos
2. Alexey Yakimenko (Rússia) – 180 pontos
3. Tiberiu Dolniceanu (Romênia) – 170 pontos

 

 

 

A classificação para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos é um processo contínuo e as inscrições finais só serão confirmadas em julho de 2016 (para os Jogos Olímpicos) e agosto de 2016 (para os Jogos Paralímpicos). As inscrições são recomendadas pelas federações nacionais ou organizações esportivas de cada país a seus respectivos Comitês Olímpicos Nacionais ou Comitês Paralímpicos Nacionais, que decidem pelas inscrições finais.

 

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do site www.rio2016.com