Jogos Olímpicos Rio 2016 – Basquete: Dream Team americano passa pela Espanha e está na final do basquetebol

Pivô DeAndre Jordan parte para a enterrada na Arena Carioca 1 (Foto: Getty Images/)
Pivô DeAndre Jordan parte para a enterrada na Arena Carioca 1 (Foto: Getty Images/)

 

O Dream Team atacou novamente. Na reedição das finais Olímpicas do basquetebol masculino em Londres 2012 e Pequim 2008, os americanos venceram a Espanha pela terceira vez, com o placar de 82 a 76, e mandaram os espanhóis para a disputa do bronze. Agora, eles esperam o vencedor da partida entre Austrália e Sérvia, que acontece ainda nesta sexta, para saber com quem disputam o ouro dos Jogos Rio 2016.

 

 

 

Com 23 pontos, o espanhol Pau Gasol, que era dúvida para a partida, foi o cestinha da tarde na Arena Carioca 1. Mas todo seu esforço não foi suficiente para frear Kevin Durant e companhia, especialmente Klay Thompson, que marcou 22 pontos. Após vencerem o primeiro quarto por 17 a 26, os americanos foram aumentando a contagem nas etapas seguintes. A Espanha reagiu no fim, cortou a diferença para seis pontos, mas não conseguiu evitar mais uma derrota diante dos grandes favoritos.

 

 

 

 

O público que lotou as arquibancadas vibrou com as enterradas de DeAndre Jordan no segundo e terceiro quartos e com uma bela ponte aérea finalizada pelo espanhol Willy Hernangomez na segunda etapa. Após a partida, o americano falou sobre suas expectativas para a grande final no próximo domingo (21), às 15h45. “Se pudermos repetir o que fizemos hoje será ótimo”, afirmou Jordan.

 

 

 

 

Entre Espanha e Estados Unidos, os brasileiros que estavam nas arquibancadas do Parque Olímpico escolheram torcer por um bom jogo.c, disse o torcedor Acácio Barreto, que foi assistir a partida com a bandeira do Bangu, seu time do coração.

 

 

 

 
“Vim torcer pelo bom jogo”, resumiu flamenguista Igor Barreto. Pelas contas do morador de Niterói, o jogo de hoje era o vigésimo que ele assistiu no Rio 2016. “Vi três partidas das quartas e vou acompanhar as duas semis”, disse ele. A paulista Flavia Martins também marcou presença na arena. “Vou torcer por quem jogar melhor”, afirmou ela. “Mas estou achando o jogo meio morno”, acrescentou, no fim do segundo quarto.

 

 

 

 

 
Fora da disputa do ouro, a Espanha briga pelo bronze no próximo domingo (21), às 11h20. Após a derrota de hoje, o técnico espanhol Sergio Scarriolo definiu como “grandes times” tanto Austrália quanto Sérvia, que são os possíveis oponentes. “Quando o oponente é maior que você, mais do que pensar no que você não fez, é preciso pensar no que você conseguiu fazer”, afirmou ele sobre o jogo de hoje.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Rio 2016