Jogos Olímpicos 2016: Astro japonês da ginástica não larga Pokémon Go e toma susto com a conta de celular de R$ 16 mil.

Kohei Uchimura: multicampeão da ginástica virou fã do jogo Pokémon Go (Foto: Getty Images/Ian MacNicol)
Kohei Uchimura: multicampeão da ginástica virou fã do jogo Pokémon Go (Foto: Getty Images/Ian MacNicol)

 

 

 

O japonês Kohei Uchimura pode ser um multicampeão na ginástica, mas no jogo Pokémon Go as glórias não são tantas. Desde que desembarcou em São Paulo, onde treina para os Jogos Rio 2016, ele recebeu uma conta para lá de salgada de sua operador de celular: 500 mil ienes (R$ 16 mil). Culpa dos dados de internet gastos com a brincadeira virtual.

 

 

 

 

“Pokémon Go virou Pokémon grana,” brincou o jornal japonês Kyodo News. “Ele parecia morto no almoço da equipe naquele dia”, contou um colega japonês.

 

 

 

 

Conhecido em seu país como Superman, o atual campeão Olímpico baixou o jogo assim que chegou ao Brasil e logo se tornou fã. O problema é que o plano de dados do celular dele ainda é o da operadora do Japão. Assim, o uso exagerado em outro país fez a conta explodir.

 

 

 

 

 

Para sorte do atleta, a empresa aceitou fazer um acordo e baixou a conta para 3 mil ienes (R$ 96) por dia. Só que a diversão está prestas a acabar, já que o jogo ainda não está disponível no Rio de Janeiro.

 

 

O jornal Nikkan Sports previu que “Uchimura pode até não pegar nenhum Pokémon, mas certamente ganhará o ouro”.

 

 

 
O japonês tornou-se o primeiro ginasta a vencer todos os grandes torneios em um único ciclo Olímpico, incluindo aí os campeonatos mundiais de 2009, 2010 e 2011, além do ouro Olímpico em Londres 2012.

 

 

 
No Pokémon Go, os jogadores usam smartphones com GPS para encontrar, capturar e treinar suas criaturas virtuais. Elas aparecem na tela como se estivessem na mesma localização do jogador no mundo real. Embora gratuito, o jogo encoraja os fãs a pagar com dinheiro real por itens adicionais.

 

 
Da Redação com informações provenientes do Rio 2016