Handebol: Brasil perde para a Espanha e é eliminado do Mundial de Handebol

Seleção Brasileira de Handebol foi superada por apenas um gol de diferença nas oitavas de final da competição

 

Em uma partida muito equilibrada, a seleção brasileira masculina de handebol foi derrotada pela Espanha por 28 a 27 (16 a 18 no primeiro tempo), neste sábado, e acabou eliminada nas oitavas de final do Campeonato Mundial da modalidade, em Nantes, França. Esta foi a terceira vez que a equipe verde e amarela chegou a essa fase da competição e, nas três oportunidades, foi suoerada por apenas um gol de vantagem.

 

 

 

 

Em quadra com a Seleção mais jovem do campeonato, após a substituição de Thiagus Petrus, lesionado, por Leonardo Dutra, o Brasil mostrou que ainda tem muito mais a mostrar e a conquistar. A equipe que já havia feito excelentes partidas nos Jogos Olímpicos do Rio, quando atingiu as quartas de final, sofreu altos e baixos durante a primeira fase do Mundial, mas no momento mais decisivo, soube manobrar o confronto e deu muito trabalho à Espanha, de Jordi Ribera, técnico que comandou o Brasil até o mês de agosto.

 

 

 

 

“Esta é a terceira vez consecutiva que chegamos às oitavas de final e essa foi diferente porque depois do fim de um ciclo olímpico o desgaste é muito grande. Mas mostramos que somos capazes. Ficamos com o lado bom, que não abaixamos a cabeça em nenhum momento contra a forte Seleção da Espanha. Um gol de diferença não é nada. Somos a equipe mais jovem da competição. Espero que essa sementinha esteja sendo plantada e que eu, como um dos mais experientes, com 28 anos só, possa continuar trabalhando e na próxima seguir para as quartas. Esse é o nosso desejo e de todos os apaixonados por handebol no Brasil”, disse o goleiro Bombom.

 

 

 

 

O técnico da seleção brasileira, Washington Nunes, falou sobre o reencontro com Jordi Ribera, amigo e ex-treinador do Brasil.

 

 

 

 

“Acho que todos os sentimentos foram muito legais. O Jordi deve estar feliz porque ganhou e porque jogamos muito bem. Estamos felizes porque conseguimos jogar bem e mostrar que somos capazes. A nossa evolução está marcada. Esse é um processo. Temos um caminho longo pela frente, mas novamente perdemos nas oitavas de final. Mesmo assim, estamos orgulhosos do que fizemos”, afirmou Washington.

 

 

 

 

Gols do Brasil – João Pedro (7), Chiuffa (5), Haniel (5), Tchê (4), José Guilherme (3), Cleryston (2) e Bombom (1). Gols da Espanha – Dujshebaev (5), Canellas (5), Ribera (4), Aguinagalde (4), Balaguer (4), Fernandez (3), Sarmiento (2) e Entrerrios.

 

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Confederação Brasileira de Handebol