Grande Prêmio da China de Fórmula 1 – 2019: Valtteri Bottas garante pole position do GP da China de F1

Valtteri Bottas garante pole position do GP da China de F1

 

 

O piloto Valtteri Bottas, da Mercedes, fez o melhor tempo nos treinos classificatórios deste sábado (13) e largará na pole position do Grande Prêmio da China, em Xangai, o milésimo da história da Fórmula 1.

 

Com o tempo de 1m31s547, o finlandês superou por apenas 0s023 o companheiro de equipe Lewis Hamilton, com quem dividirá a primeira fila. Já Sebastian Vettel e Charles Leclerc, ambos da Ferrari, não ameaçaram a grande exibição da Mercedes e largarão na segunda fila.

 

 

 

“Até agora tem sido um bom fim de semana. A volta da pole foi boa, mas não como eu queria. Por sorte, boa o bastante para a pole. O carro está muito bom”, disse Bottas.

 

 

 

Essa foi a sétima pole position do piloto de 29 anos e a primeira desde o Grande Prêmio da Rússia, em setembro de 2018.

 

 

 

O monegasco Leclerc, que largou na primeira colocação na última corrida, lamentou o resultado final dos treinos classificatórios.

 

 

 

“Feliz, mas infeliz. Eu tive problemas no fim de semana, então feliz pela recuperação no qualificatório, mas infeliz pelo erro que cometi na minha volta. Amanhã é a corrida, vamos forçar”, escreveu leclerc em suas redes sociais.

 

 

 

O dia também ficou marcado pelo acidente do jovem Alexander Albon, da Toro Rosso, que deu uma forte pancada na reta principal do circuito de Xangai. O tailandês saiu ileso, mas o seu monoposto ficou completamente destruído, tanto que não voltou para a pista.

 

 

 

Por conta do acidente de Albon e o problema no carro do italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, os dois pilotos da Williams (Robert Kubica e George Russell) não vão largar na última fila pela primeira vez na temporada.

 

 

 

A corrida no autódromo chinês  #chinesegp será realizada neste domingo (14), a partir das 03h00 (horário de Brasília).

 

 

Classificação do GP da China 2019

 

 

Da Redação com informações vinculadas e provenientes da ANSA e FIA