Futebol – CR7: ‘Pior é para minha família’, diz Cristiano Ronaldo sobre caso de estupro

‘Pior é para minha família’, diz Cristiano Ronaldo sobre caso de estupro

 

 

 

Em uma entrevista à revista “France Football”, que será divulgada nesta terça-feira (30), o astro português Cristiano Ronaldo comentou sobre o drama familiar que está vivendo por conta das acusações de estupro, além de ter dado mais detalhes sobre sua conturbada saída do Real Madrid.

 

 

 

Em alguns trechos divulgados hoje (29), fica claro que o português não se esquivou das perguntas sobre a denúncia de abuso sexual feita pela norte-americana Kathryn Mayorga, na qual alega que, em junho de 2009, foi forçada a fazer sexo com Cristiano após tê-lo conhecido em uma boate.

 

 

 

 

“Dei explicações à minha companheira, ao meu filho, Cristiano Jr, que é pequeno demais para entender. O pior é para minha mãe e minhas irmãs. Elas estão atordoadas e, ao mesmo tempo, muito zangadas. Esta é a primeira vez que as vejo nesse estado”, disse o jogador de 33 anos.

 

 

 

 

Sobre sua conturbada saída do Real Madrid, Cristiano Ronaldo revelou uma mágoa com o presidente do clube, Florentino Pérez, que não o tratou bem no final da sua passagem pela equipe espanhola.

 

 

 

“Florentino nunca me viu além de uma relação de negócios. Tudo o que me dizia não vinha do coração. Senti dentro do clube, especialmente do presidente, que não me considerava mais como no começo. A verdade é que o presidente me queria, mas, ao mesmo tempo, ele me avisou que a minha saída não seria um problema”, afirmou o craque.

 

 

 

CR7 também revela que sua saída do Real Madrid não foi influenciada pela demissão do técnico Zinedine Zidane.

 

 

 

Além disso, o atacante também classificou como “uma boa escolha” e um “sucesso” a sua transferência para a Juventus, e afirmou que “sempre” lembrará dos “momentos incríveis” que viveu no Real Madrid.

 

 

 

Por fim, o jogador revelou que tem esperanças de vencer a Bola de Ouro pela sexta vez na carreira, mas disse que a premiação não é “uma obsessão”. O prêmio será entregue no dia 3 de dezembro, em Paris.

 

 

 

As revelações de Cristiano Ronaldo acontecem dois dias depois dele anotar os dois gols da suada vitória da Juventus sobre o Empoli, por 2 a 1. O resultado fez com que a Velha Senhora disparasse na liderança da Série A, com 28 pontos, seis na frente do Napoli.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA