Futebol – Caso Neymar Jr / Nájila Trindade: Depoimento de Neymar Jr é considerado satisfatório por Promotoras.

 Em depoimento,Neymar nega estupro e diz que usou preservativo – Foto: Arquivo/ Lucas Figueiredo

 

O atacante Neymar prestou depoimento na noite desta quinta-feira (13) na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo, e negou o estupro contra a modelo Najila Trindade. Além disso, ele afirmou que a relação foi consensual e usou preservativo durante o ato sexual. Sob um forte esquema de segurança e acompanhado de seus advogados, o atacante foi ouvido por cerca de 4 horas pela delegada Juliana Bussacos, responsável pelo inquérito. “A verdade aparece cedo ou tarde. O único desejo que eu tenho agora é que esse caso acabe mais rápido possível”, disse Neymar à imprensa.

 

 

Segundo a promotora Flavia Merlini, uma das três representantes da Promotoria de Enfrentamento à Violência Doméstica, que acompanham o caso juntamente com a polícia, o jogador se declarou inocente e respondeu todas as perguntas de maneira “satisfatória”. “A partir de agora, a doutora Juliana, vai tomar outras diligências necessárias até a conclusão do inquérito.

 

 

Como o inquérito é sigiloso, não podemos divulgar quais serão as outras diligências”, explicou Merlini. De acordo com apuração do “Jornal Nacional”, durante o depoimento, Neymar negou ter feito sexo sem o consentimento de Najila e afirmou ter usado preservativo, que jogou no vaso sanitário após a relação. Ele ainda confirmou que deu tapas nas nádegas da mulher a pedido dela. Além disso, ela teria pousado para ele tirar as fotografias.

 

 

O atacante da seleção brasileira ainda ressaltou que publicou as imagens para provar que não aconteceu nenhuma agressão. Ele explicou que havia bebido uma dose no dia do primeiro encontro e que Najila dizia que o amava e queria casar com ele. Neymar também comentou que pretendia levar a modelo para uma balada no segundo encontro, mas ela começou a agredi-lo. De acordo com ele, em nenhum momento Najila alegou ter sido estuprada.

 

Ao deixar a delegacia, o atleta foi breve e agradeceu a todos que estão o apoiando. “Só agradecer ao apoio e carinho de todo mundo que está me mandando as mensagens. Todas as mensagens que recebi até hoje. Estou muito tranquilo”, afirmou.

 

Este é o segundo depoimento de Neymar sobre o caso. O primeiro ocorreu no Rio de Janeiro, no último dia 6 de junho, quando o jogador do Paris Saint Germain (PSG) prestou esclarecimentos na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática sobre o vazamento de fotos íntimas de Najila, em um vídeo publicado em sua conta no Instagram. A modelo registrou um boletim de ocorrência no qual acusa Neymar de estupro e agressão. Ela alega que o crime teria ocorrido no dia 15 de maio, em Paris, na França.

 

 

Da Redação com informações da Ansa.