Futebol – Amistosos da Seleção Brasileira: Brasil vence Estados Unidos por 2 a 0 e começa bem o novo ciclo

Brasil vence Estados Unidos por 2 a 0 e começa bem o novo ciclo - Foto: CBF/Divulgação/Lucas Figueiredo.
Brasil vence Estados Unidos por 2 a 0 e começa bem o novo ciclo – Foto: CBF/Divulgação/Lucas Figueiredo.

 

 

A Seleção Brasileira começou bem o novo ciclo sob o comando do técnico Tite. Na primeira partida após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018, o Brasil bateu os Estados Unidos por 2 a 0 no MetLife Stadium, em Nova Jersey.

 

 

A partida marcou o início do novo ciclo de quatro anos até o próximo Mundial, que será disputado no Qatar, em 2022. Tite aproveitou grande parte dos jogadores com quem já vinha trabalhando, mas também deu oportunidade a caras novas como Arthur, Lucas Paquetá, Richarlison e Éverton.

 

 

 

 

Ao contrário do Brasil, os Estados Unidos vivem um momento de reconstrução radical após a decepção de não ter se classificado para a Copa do Rússia. Ainda sem um técnico definido, o interino Dave Sarachan convocou jovens que tem idade não só para estar em campo no Qatar em 2022, mas também para a Copa seguinte, que será sediada pelos próprios Estados Unidos, em conjunto com México e Canadá.

 

 

 

Como já era esperado, o Brasil começou dominando a partida e mantendo a posse de bola, enquanto os americanos mantinham uma postura mais defensiva. No entanto, a Seleção tinha dificuldade para transformar essa superioridade em finalizações.

 

 

 

Porém, a primeira vez em que o time de Tite concluiu em gol, aos dez minutos, foi letal. Douglas Costa fez bela jogada pela direita, arrancando em velocidade, foi ao fundo e cruzou na medida para Roberto Firmino completar de primeira para o fundo do gol.

 

 

 

Aos poucos, os Estados Unidos foram entrando no jogo e passaram a assustar a defesa brasileira. Na melhor chance, McKennie saiu cara a cara com o Alisson, mas o goleiro abafou a finalização, tocando a bola para escanteio.

 

 

 

Aos 42 minutos, o Brasil respondeu com o segundo gol. Único titular que não esteve na Copa do Mundo, Fabinho invadiu a área pela direita e foi derrubado por Trapp dentro da área. O árbitro marcou pênalti e Neymar cobrou com tranquilidade para dobrar a vantagem brasileira.

 

 

 

No segundo tempo, o ritmo diminuiu e o jogo ficou mais parado, também pelo alto número de substituições dos dois lados. Mesmo assim, o Brasil seguia superior e criando as principais chances de gol da partida.

 

 

 

Aos poucos, Tite foi promovendo as estreias dos jovens Artur, Paquetá, Richarlison e Éverton e ainda colocou Willian e Dedé em campo. Bem modificado, o Brasil caiu de rendimento e não conseguiu ampliar a vantagem, mas foi seguro defensivamente e sofreu pouco com o ataque adversário.

 

 

 

Administrando a vantagem e sem forçar, o time de Tite trocou passes até o apito final e começou o novo ciclo com uma vitória tranquila por 2 a 0.

 

 

A Seleção Brasileira volta a campo na terça-feira (11), às 21h30, quando enfrenta El Salvador no segundo dos dois amistosos desse período de datas Fifa.

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF