Fórmula 1 – Temporada 2018: Chefe da Ferrari admite que o Mundial é “missão impossível”.

 

Chefe da Ferrari admite que o Mundial é “missão impossível”. – Imagem: Divulgação/Ferrari

 

 

O chefe de equipe da Ferrari, Maurizio Arrivabene, admitiu neste domingo (14) que reverter a vantagem de Lewis Hamilton e da Mercedes na liderança do campeonato de Fórmula 1 é uma “missão impossível”.

 

 

A declaração foi dada durante sua participação em um festival esportivo organizado pelo jornal “La Gazzetta dello Sport” em Trento, no norte da Itália. Ainda assim, ele não jogou a toalha completamente.

 

 

 

“O Mundial é uma missão impossível, mas não acabou. Não iremos para Austin [local da próxima prova] abatidos”, disse Arrivabene. O chefe de equipe ainda garantiu ter certeza de que Sebastian Vettel será campeão com a Ferrari, “cedo ou tarde”.

 

 

 

 

“Quando ouço Sebastian Vettel no fone, sinto que estou falando com Michael Schumacher”, acrescentou. O alemão está 67 pontos atrás de Hamilton no mundial de pilotos, faltando apenas quatro corridas para o fim.

 

 

 

 

A grosso modo, Vettel precisa ganhar todas as corridas até o fim do campeonato e torcer para Hamilton terminar sempre no máximo em sexto lugar. Já a diferença entre Mercedes e Ferrari é de 78 pontos.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA