Esporte – Mundial de Surfe 2018: Filipinho Toledo Vence na África do Sul e assume a liderança do Mundial de Surfe

Filipinho Toledo Vence na África do Sul e assume a liderança do Mundial de Surfe - Foto: Reprodução WSL
Filipinho Toledo Vence na África do Sul e assume a liderança do Mundial de Surfe – Foto: Reprodução WSL

 

O brasileiro Filipe Toledo conquistou na manhã (de Brasília) da última quinta-feira, dia 5, em Jeffreys Bay, na África do Sul. Filipinho conquistou o título da competição, na final contra o australiano Wade Carmichael, e, de quebra, assumiu a liderança do ranking do Circuito Mundial de Surfe. Este foi o segundo título do brasileiro no torneio, já que também foi campeão no ano passado. Filipinho somou 16,80 pontos (8,50 e 8,30) contra 15,33 pontos (7,33 e 8,00) do adversário.

 

 

 

A temporada 2018 do Mundial de Surfe vem mostrando a força do Brasil na modalidade. Das seis etapas disputadas até o momentos, cinco foram vencidas por brasileiros: duas com Filipe Toledo (Saquarema e Jeffreys Bay), duas com Ítalo Ferreira (Bells Beach e Keramas) e uma com Willian Cardoso (Uluwatu). Somente a etapa de abertura, em Gold Coast, na Austrália, foi vencida por Julian Wilson (AUS).

 

 

 

Ranking do Circuito Mundial de Surfe após a etapa de Jefreys Bay:

 

 

 

1º – Filipe Toledo (BRA) – 35,900
2º – Julian Wilson (AUS) – 31,960
3º – Gabriel Medina (BRA) – 25,685
4º – Ítalo Ferreira (BRA) – 25,415
5º – Jordy Smith (AFS) – 21,910
6º – Wade Carmichael (AUS) – 21,805
7º – Willian Cardoso (BRA) – 21,405
8º – Michel Bourez (PFR) – 21,040
9º – Mikey Wright (AUS) – 19,200
10º – Griffin Colapinto (EUA) – 18,280
11º – Michael Rodrigues (BRA) – 16,940
16º – Adriano de Souza (BRA) – 14,850
22º – Tomas Hermes (BRA) – 11,920
26º – Yago Dora (BRA) – 9,335
27º – Jesse Mendes (BRA) – 8,290
33º – Ian Gouveia (BRA) – 5,800
35º – Miguel Pupo (BRA) – 2,925
36º – Caio Ibelli (BRA) – 2,520
38º – Wiggolly Dantas (BRA) – 2,085
39º – Alejo Muniz (BRA) – 1,665
42º – Deivid Silva (BRA) – 420

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do COB