Esporte – Maratonas Aquáticas: Seleção Brasileira de maratonas aquáticas disputa a primeira etapa do Circuito Mundial neste sábado – 17/03/2018

Seleção Brasileira de maratonas aquáticas disputa a primeira etapa do Circuito Mundial

 

 

A Seleção Brasileira de maratonas aquáticas já está em Doha, no Catar, para a disputa da primeira etapa do Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas. Ana Marcela Cunha, Viviane Jungblut, Allan do Carmo e Fernando Ponte representam o Brasil na competição.

 

 

 

 

 

A prova de 10 km, que abre o calendário do Circuito Mundial da Fina em 2018, será realizada neste sábado (17) e contará com os principais atletas do mundo. O startlist do evento pode ser encontrado neste link. A FinaTV transmite a prova ao vivo pela internet.

 

 

 

 

Eleita melhor atleta do mundo em 2017 e vice-campeã do Circuito Mundial do ano passado, Ana Marcela Cunha está confirmada no evento. Ela chega à Doha com o objetivo de começar a temporada com um resultado positivo para iniciar a busca pelo título do circuito.

 

 

 

 

 

“Fizemos nosso primeiro treino ontem. Vamos com tudo para começar a temporada. São nove provas e vamos ver como está a galera que vai competir aqui. A expectativa é a melhor possível”, disse.

 

 

 

 

 

“Vai ser uma prova bem forte, que serve de seletiva para muitos países. Portanto, os atletas vêm com força máxima para esta prova. Não estamos aqui à toa e viemos preparados para fazer uma grande competição”, completou o técnico Fernando Possenti.

 

 

 

 

Depois de realizar todo o Circuito Mundial em 2017 pela primeira vez, Viviane Jungblut chega à temporada 2018 para se consolidar entre as melhores atletas de maratona aquática do mundo. Depois de conquistar a prova de 10 km da primeira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade, ela quer fazer bonito em Doha.

 

 

 

 

“A prova vai ser bem forte, o número de atletas é bem grande e todos eles vêm com o objetivo de fazer uma grande prova. A expectativa é boa, estou em um momento bom e isso me deixa animada para a prova”, falou.

 

 

 

Vice-campeão do Circuito Mundial na última temporada, Allan do Carmo inicia seus trabalhos internacionais em Doha. Ele valorizou o trabalho feito para a primeira etapa de Doha para começar o ano bem visando melhorar seu resultado de 2017.

 

 

 

 

“Já treinamos no lugar da prova. A estrutura do evento é muito boa. Dá uma tranquilidade para começarmos o ano muito bem. Estamos felizes com a expectativa de ter um grande resultado”, disse.

 

 

 

 

Os treinadores Christiano Klasler e Carlos Rogério Arapiraca valorizaram a estrutura oferecida pela organização do evento em Doha. Eles acreditam que o local oferece tudo que os atletas precisam para fazer um bom papel na primeira etapa do Circuito Mundial.

 

 

 

 

“A estrutura é muito boa, tanto na piscina, quanto no mar. O percurso é muito bem sinalizado e isso faz com que a gente tenha uma grande expectativa para a prova”, contou o treinador Christiano Klasler.

 

 

 

 

“Doha nos deu uma estrutura excelente. A etapa vai ser boa e forte, mas nós nos preparamos bem para esta etapa e vamos ter um grande resultado”, finalizou Arapiraca.

 

 

 

 

Além dos treinadores e dos atletas, a delegação é formada pelo supervisor de maratonas aquáticas da CBDA, Ricardo Ratto, e do médico Juan Jose Blanco Herrera.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBDA