Esporte – Futebol: Ex-jogador do São Paulo é encontrado morto em matagal

O corpo meio-campista Daniel tinha sinais de tortura – foto: Divulgação/São Paulo

 

 

O meio-campista Daniel, que tinha contrato com o São Paulo, mas estava emprestado ao São Bento, de Sorocaba (SP), foi encontrado morto neste sábado (27) em um matagal em São José dos Pinhais, no Paraná.

 

 

A morte de Daniel, que tinha 24 anos de idade, foi confirmada pela assessoria de imprensa do atleta. O Instituto Médico Legal (IML), por sua vez, descreveu que o meio-campista foi “vítima de arma branca”.

 

 

 

 

Segundo as autoridades, o corpo de Daniel foi achado por moradores da região que passavam pelo local. Além dos sinais de tortura, o que mais chamou a atenção da polícia na ocorrência foi que o cadáver teve o pênis decepado e estava com dois cortes profundos no pescoço.

 

 

 

 

Natural de Juiz de Fora, em Minas Gerais, Daniel foi revelado pelo Cruzeiro e teve passagens por Botafogo, São Paulo, Coritiba, Ponte Preta e São Bento, que disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

 

 

 

 

Todos os clubes que Daniel defendeu na carreira lamentaram a morte do atleta em suas redes sociais.

 

 

 

 

 

“O Esporte Clube São Bento lamenta a morte do meia Daniel. A diretoria do clube lamenta o fato ocorrido e se solidariza com a família e amigos do jogador nesse momento de profunda tristeza”, escreveu a equipe paulista.

 

 

 

 

Outros ex-companheiros de equipe do jogador também lamentaram a morte de Daniel, como os atacantes Jonathan Calleri e Alan Kardec, e os meias Michel Bastos e Hudson.

 

 

 

 

A Polícia Civil disse que um inquérito foi instaurado na delegacia do município para apurar os fatos. Porém, não repassou nenhum detalhe sobre a investigação para não atrapalhar a apuração do caso.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA