Copa São Paulo de Futebol Júnior – 2016: Santos destaca a união como fator importante para bom rendimento na Copinha

Elenco Sub-20 santista conta com a amizade forte para ter bom rendimento (Foto:Divulgação/SantosFC)
Elenco Sub-20 santista conta com a amizade forte para ter bom rendimento
(Foto:Divulgação/SantosFC)

 

 

 

Em preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior, a equipe Sub-20 do Santos tem um fator que pode ser favorável para o bom rendimento do clube ao longo do torneio. Além do entrosamento dentro dos gramados, os Meninos da Vila contam ainda com a união extra-campo. Atletas santistas destacaram a amizade do elenco como um ponto positivo. No Grupo 07, o Alvinegro Praiano fará sua estreia na competição no dia 2 de janeiro, às 11h, contra o Confiança (SE), em Araraquara.

 
O lateral-esquerdo Matheus Oliveira afirmou que o Santos está concentrado e trabalhando em forte para o início do torneio. “Os nossos treinamentos têm sido bem fortes. Estamos fazendo uma boa preparação em um ótimo ambiente. Acredito que a nossa união pode nos ajudar muito. Não queremos ser apenas um time. Queremos ser uma família. Temos focado muito na coletividade. Creio que o talento individual aparecerá na hora certa se trabalharmos em forma conjunta”, disse.

 

 

 

O volante Robson Alves também falou dos trabalhos fortes, mas destacou ainda o bom trabalho da comissão técnica do clube. “Temos feito bons e intensos trabalhos. Isso é importante para chegarmos bem preparados em Araraquara. A comissão técnica tem nos instruído muito bem. Além disso, a união do nosso grupo pode fazer a diferença. Nos damos bem fora de campo e dentro dele estamos em sintonia. Seguimos evoluindo e não vemos a hora da bola rolar”, declarou.

 

 

 

 

O técnico santista Marcos Soares disse estar satisfeito com o que viu até agora e também falou sobre a união do elenco, ressaltando a importância do bom convívio dos atletas. “Estou satisfeito com os resultados dos treinos até aqui. Os meninos estão em um bom caminho. Eles também têm convivido muito bem um com o outro. Isso pode nos ajudar bastante. O grupo precisa saber que trabalham em prol de um único objetivo e que devem ter alegria de jogarem juntos”, afirmou o treinador.

 

 

 

 

Da Redação com informações da FPF