Copa Libertadores da América 2018 – Semifinais: Palmeiras empata com o Boca Juniors e deixa a sua torcida com o gosto amargo de mais um fracasso na temporada

Palmeiras empata com o Boca Juniors e deixa a sua torcida com o gosto amargo de mais um fracasso na temporada – Foto: Reprodução/Twitter @Libertadores

 

 

 

Na noite desta quarta-feira (31), o Palmeiras lutou até o fim para tentar reverter a derrota por 2 a 0 sofrida para o Boca Juniors, da Argentina, no primeiro jogo da semifinal da Libertadores da América. Diante de seu torcedor, que lotou o Allianz Parque, o Verdão chegou a fazer 2 a 1 de virada, mas o time adversário empatou: 2 a 2, e foi eliminado.

 

 

Com o resultado, o torcedor Palmeirense ficou com o gosto amargo de mais um fracasso, o primeiro foia perda do título Paulista para o rival Corinthians, depois a eliminação da Copa do Brasil para o Cruzeiro, e agora possiilidade da conquista de mais uma Libertadores, e tamémuma vaga para disputar um título Mundial de Clubes no fim do ano, promovido pela FIFA.

 

 

 

 

Para que a temporada não passe sem a conquista de um título, o elenco profissional alviverde terá agora se concentrar e apontar todos os esforços para Campeonato Brasileiro, aonde o Palmeiras lidera com quatro pontos de vantagem para o segundo colocado.

 

 

 

O Jogo

 

 

 

O Palmeiras começou o jogo pressionando o Boca e chegou a marcar logo aos nove minutos, mas o lance acabou sendo anulado pelo árbitro Wilmar Roldán, após receber a informação do VAR de que Deyverson estaria impedido na jogada, que culminou com Bruno Henrique jogando a bola para o gol.

 

 

 

Mas o abatimento do time paulista só se deu aos 17 minutos, quando Jara acionou Villa. O atacante avançou pela direita e cruzou na medida para Ábila, que apareceu entre os defensores do Palmeiras para abrir o placar no Allianz Parque.

 

 

 

Após o gol, o Palmeiras não se encontrou mais no jogo e pouco ameaçou o Boca Juniors, que começou a administrar o resultado e levou uma grande vantagem para o segundo tempo.

 

 

 

Sem ter mais o que perder, o Palmeiras foi para cima. Logo aos sete minutos, de tanto insistir, enfim o Palmeiras empatou. Deyverson pegou a sobra e deixou com Felipe Melo. O volante achou para Luan livre dentro da área. O zagueiro encheu o pé para dar um fio de esperança aos torcedores da equipe paulista.

 

 

 

A virada aconteceu aos 15 minutos. Dudu foi derrubado por Izquierdoz e o árbitro deu pênalti. Gustavo Gómez foi para a cobrança e marcou o segundo.

 

 

 

Quando a torcida passou a se inflamar cada vez mais, o Boca deu a resposta. Aos 24, Benedetto, que havia feito os gols na Argentina, teve liberdade para finalizar de fora da área e empatar o jogo em 2 a 2.

 

 

 

Autor do primeiro gol do Verdão, o zagueiro Luan comentou sobre o resultado ao deixar o campo.

 

 

 

– A gente tem um elenco bom, todos estão batalhando bastante. A gente não pode buscar desculpas onde não tem. Agora vamos dar tudo no Brasileiro. Os torcedores viram nossa luta, nossa entrega. A gente tentou o tempo todo, mas é uma pena – disse.

 

 

 

Capitão do Palmeiras nesta noite, o atacante Dudu lembrou os dois gols sofridos nos minutos finais da partida em Buenos Aires e destacou a entrega do time para tentar reverter a situação nesta quarta-feira.

 

 

 

– A gente pagou pelo primeiro jogo, por cinco ou sete minutos do segundo tempo lá. A gente sabia que seria muito difícil. Tentamos, corremos e não deixamos de acreditar, mas infelizmente não conseguimos. Temos que agradecer o apoio da torcida – declarou Dudu.

 

 

 

O Palmeiras deixa a competição após 12 jogos disputados. Foram oito vitórias, dois empates e duas derrotas, com 22 gols marcados e oito sofridos.

 

 

 

Com as semifinais concluídas, a grande decisão da Libertadores 2018 será disputada entre os argentinos River Plate e Boca Juniors.

 

 

 

 

Da Redação com base em informações da CBF e FPF