Copa do Brasil 2019 – Quartas de Final: Athletico Paranaense elimina o Flamengo nos pênaltis em pleno Maracanã e encara o Grêmio na Semifinal.

Athletico Paranaense vence o Flamengo e cala o Maracanã – Foto: Divulgação/Athletico Paranaense.

 

 

Fora de casa, o Furacão voltou a empatar o duelo contra o Flamengo em 1 a 1, mas nas penalidades brilhou a estrela do goleiro Santos, que garantiu o time paranaense na próxima fase.

 

O duelo rubro-negro foi para o Maraca com o placar agregado apontando 1 a 1. Era tudo ou nada tanto de um lado quando do outro. Mas nos primeiros 20 minutos, o time da casa tomou conta da partida. Aos sete, Gabriel cruzou na área e Arrascaeta testou firme para grande defesa de Santos. Na marca dos 15, Rafinha começou nova jogada pelo alto, dessa vez Lincoln foi quem finalizou e de novo o goleiro do Furacão evitou o gol. O atacante do clube carioca ainda teve mais uma chance no minuto seguinte, mas chutou fraco sem dar muito trabalho para Santos. Aos poucos, o Athletico equilibrou as ações e chegou ao ataque, aos 29. Cirino recebeu na direita e tocou para Rony soltar a bomba por cima da meta defendida por Diego Alves.

 

 

Na etapa complementar, o Flamengo novamente se impôs nos primeiros minutos. Só que dessa vez a pressão surtiu efeito. Aos 16, Vitinho fez bela jogada individual e cruzou na área. Everton Ribeiro escorou e Gabriel completou para o fundo das redes fazendo explodir o Maracanã: 1 a 0. Depois do gol o ritmo da partida diminuiu até que, aos 31, Rony apareceu para o Furacão. Bruno Guimarães deu ótimo lançamento para o atacante, que bateu rasteiro para deixar tudo igual. Aos 44, Rony novamente teve a chance, mas viu a bola passar tirando tinta da trave. A resposta do Fla veio aos 46 com Diego, que mandou uma bomba em cima da marcação. Sem mais bola na rede, a definição do classificado se encaminhou para as penalidades.

 

 

 

Na disputa de pênaltis, brilhou a estrela do goleiro do Athletico, que defendeu duas cobranças do Flamengo. Enquanto Jonathan, Lucho González e Bruno Guimarães converteram para Furacão garantindo a equipe paranaense nas semifinais da Copa do Brasil.

 

 

 

Da Redação com informações da CBF.