Copa do Brasil 2018 – Semifinais: Palmeiras encara o Cruzeiro pelas Semifinais da Copa do Brasil.

Palmeiras x Cruzeiro – Imagem: Composição Portal Bragança

 

 

De raízes parecidas, Cruzeiro e Palmeiras -antigos Palestra Itália- grandes clubes do cenário nacional, têm rivalidade acirrada construída em jogos decisivos ao longo do tempo. Ao todo, as equipe que se enfrentam nesta quarta (12) pela semifinal da Copa do Brasil às 21h45 no Allianz Parque, têm dez confrontos decisivos, valendo classificação ou título, por competições nacionais e internacionais, com vantagem da equipe paulista, que levou a melhor em sete ocasiões.

 

 

Entre 1996 -data do primeiro confronto- e 2017, foram dez disputas eliminatórias entre as equipes por competições como Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro, Copa Mercosul, Libertadores e Copa dos Campeões. Em três situações, o título estava em jogo e o Palmeiras venceu duas vezes. Em outras sete vezes, a disputa era pela permanência na competição e, cinco vezes, o alviverde avançou.

 

 

 

 

Rivais novamente pela Copa do Brasil, o torneio nacional é o que mais viu encontro entre as equipes. Foram quatro confrontos com total equilíbrio, já que houve um título e uma eliminação para cada lado. Em 1996, o Cruzeiro ficou com a taça, enquanto o Palmeiras descontou dois anos depois. Recentemente, em 2015 o time paulista avançou às quartas de final, enquanto no ano passado, o Cruzeiro avançou à semifinal.

 

 

 

 

Na sequência, aparece a Copa Mercosul, com três confrontos em sequência. Em 1998, 1999 e 2000, o Palmeiras levou a melhor diantes dos mineiros. No primeiro ano, o título chegou após um jogo desempate, enquanto nos anos seguintes, o alviverde avançou à semifinal do torneio.

 

 

 

 

Ápice da rivalidade

 

 

O ano de 1998, aliás, marcou o ponto alto da rivalidade entre as equipes na história. Foram três decisões com oito jogos no total. Primeiro, em maio, pela Copa do Brasil, quando o Palmeiras se vingou de 1996 e, com gol de Oséas no último minuto conquistou o título inédito do torneio.

 

 

 

Mais tarde, em novembro, o time mineiro deu o troco nas quartas de final do Campeonato Brasileiro. Após vitórias dos donos da casa por 2 a 1 nos dois primeiros jogos, a decisão da vaga à semifinal no playoff se daria no Palestra Itália, em São Paulo. Em jogo emocionante, o Cruzeiro abriu 2 a 0 com Marcelo Ramos, viu Almir e Paulo Nunes empatar, mas avançou à semifinal com gol de Fábio Júnior aos 43 minutos do segundo tempo.

 

 

 

No mês seguinte, houve o confronto ‘tira-teima’ pela Copa Mercosul, vencido pelos palmeirenses também após três jogos e o desempate em terras paulistas.

 

 

 

Penalidades

 

 

Entre tantos encontros eliminatórios, somente uma vez a vaga foi decidida nos pênaltis. Pelas quartas de final da Libertadores de 2001, Lopes marcou três vezes no primeiro jogo, em São Paulo, e viu Oséas, Geovanni e Jorge Wagner marcar pela equipe celeste no empate por 3 a 3. No jogo da volta, Alessandro e Cris marcaram para os mineiros enquanto Arce e Alexandre empataram no Mineirão.

 

 

 

Nas cobranças da marca da cal, foram 14 batidas e a decisão somente na segunda rodada das alternadas, quando Marcos Paulo bateu e Marcos defendeu seu terceiro pênalti e o colombiano Muñoz marcou pelos alviverdes.

 

 

 

Confira os confrontos de mata-mata entre as equipes:

 

 

 

Copa do Brasil 1996
Final
14/06 Cruzeiro 1×1 Palmeiras (Marcelo Ramos; Claudio)
19/06 Palmeiras 1×2 Cruzeiro (Luizão; Roberto Gaúcho e Marcelo Ramos)
Cruzeiro campeão

 

 

 

Copa do Brasil 1998
Final
26/05 Cruzeiro 1×0 Palmeiras (Fábio Júnior)
30/05 Palmeiras 2×1 Cruzeiro (Paulo Nunes e Oséas; Fábio Júnior)
Palmeiras campeão

 

 

 

 

Campeonato Brasileiro 1998
Quartas de final
14/11 Cruzeiro 2×1 Palmeiras (Fábio Júnior e Marcelo Djian; Oséas)
22/11 Palmeiras 2×1 Cruzeiro (Paulo Nunes e Júnior Baiano; Djair)
26/11 Palmeiras 2×3 Cruzeiro (Almir e Paulo Nunes; Marcelo Ramos 2x e Fábio Júnior)
Cruzeiro classificado

 

 

 

 

Copa Mercosul 1998
Final
16/12 Cruzeiro 2×1 Palmeiras (Marcelo Ramos e Fábio Júnior; Roque Júnior)
26/12 Palmeiras 3×1 Cruzeiro (Cléber, Oséas e Paulo Nunes; Fábio Júnior)
29/12 Palmeiras 1×0 Cruzeiro (Arce)
Palmeiras campeão

 

 

 

Copa Mercosul 1999
Quartas de final
20/10 Palmeiras 7×3 Cruzeiro (Paulo Nunes 2x, Evair 2x, Euller 2x e Alex; Isaías, Ricardinho e Marcelo Ramos)
27/10 Cruzeiro 2×0 Palmeiras (Muller e Valdo)
Palmeiras classificado

 

 

 

 

Copa Mercosul 2000
Quartas de final
01/11 Palmeiras 3×2 Cruzeiro (Juninho, Tuta e Magrão; Geovanni e Sorín)
08/11 Cruzeiro 1×2 Palmeiras (Sérgio Manoel; Galeano e Arce)
Palmeiras classificado

 

 

 

Copa dos Campeões 2000
Primeira fase
Palmeiras 3×1 Cruzeiro (Pena 2x e Asprilla; Cléber Monteiro)
Cruzeiro 1×1 Palmeiras (Alê; Neném)
Palmeiras classificado

 

 

 

 

Taça Libertadores da América 2001
Quartas de finais
23/05 Palmeiras 3×3 Cruzeiro (Lopes 3x; Oséas, Geovanni e Jorge Wagner)
30/05 Cruzeiro 2×2 Palmeiras (Alessandro e Cris; Arce e Alexandre) 2×3, nos pênaltis
Palmeiras classificado

 

 

 

 

Copa do Brasil 2015
Oitavas de final
19/08 Palmeiras 2×1 Cruzeiro (Cleiton Xavier e Rafael Marques)
26/08 Cruzeiro 2×3 Palmeiras (Vinícius Araújo e Alisson; Barrios e Gabriel Jesus 2x)
Palmeiras classificado

 

 

 

 

Copa do Brasil 2017
Quartas de final
28/06 Palmeiras 3×3 Cruzeiro (Dudu 2x e Willian; Thiago Neves, Robinho e Alisson)
26/07 Cruzeiro 1×1 Palmeiras (Diogo Barbosa; Keno)
Cruzeiro classificado

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes FPF