Copa do Brasil 2018 – Final: Thiago Neves comanda a legião de jogadores bicampeões do Cruzeiro

Autor do gol no primeiro jogo, Thiago Neves é um dos jogadores do elenco cruzeirense que já venceu a Copa do Brasil duas vezes – Foto: Daniel Teobaldo /Staff Images

 

 

Quando o assunto é Copa do Brasil, não falta experiência para o Cruzeiro. O elenco da Raposa tem uma legião de jogadores que já foram bicampeões da competição, e podem conquistá-la pela terceira vez nesta quarta-feira, contra o Corinthians, às 21h45, em São Paulo. Um dos principais atletas desse grupo é Thiago Neves, que tem o costume de aparecer nos grandes jogos da equipe.

 

 

 

O camisa 30 foi campeão pela primeira vez em 2007, pelo Fluminense. Disputando espaço no time titular com Carlos Alberto, o meia conquistou o título sobre o Figueirense. No ano passado, já pelo Cruzeiro, Thiago Neves foi titular nos dois jogos contra o Flamengo. Foi dele, aliás, a última cobrança na disputa por pênaltis que definiu o título. E é justamente por esse caráter decisivo que Thiago é tão prestigiado pela torcida cruzeirense. Mas ele não está sozinho nessa.

 

 

 

 

Com 798 jogos com a camisa do Cruzeiro, o goleiro Fábio também é bicampeão. E nas duas oportunidades com o Cruzeiro. Em 2000, ainda emprestado pelo Vasco, o arqueiro fez parte do elenco campeão da Copa do Brasil. Em 2017, foi fundamental na conquista do título. Na grande decisão, fez uma grande partida no Maracanã e defendeu o pênalti de Diego.

 

 

 

 

O zagueiro Dedé é outro que já levantou a taça da Copa do Brasil duas vezes, com o Vasco em 2011 e com o Cruzeiro no ano passado. Já o meia Robinho, que também estava no elenco campeão em 2017, venceu em 2015 com o Palmeiras.

 

 

 

 

O único dos bicampeões que nunca conquistou a taça da Copa do Brasil com o Cruzeiro é o lateral Egídio. Suspenso para a final contra o Corinthians, o lateral foi decisivo no jogo de ida, com o cruzamento para o gol de Thiago Neves.

 

 

 

 

Confira a lista completa dos bicampeões do Cruzeiro:

 

  • Thiago Neves – 2007 (Fluminense) e 2017 (Cruzeiro)
  • Dedé – 2011 (Vasco da Gama) e 2017 (Cruzeiro)
  • Fábio – 2000 e 2017 (Cruzeiro)
  • Egídio – 2006 (Flamengo) e 2015 (Palmeiras)
  • Robinho – 2015 (Palmeiras) e 2017 (Cruzeiro)

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBF