Copa do Brasil 2018 – 3ª Fase: Bragantino venceu o Vitória por 1 a 0 pela Copa do Brasil.

Bragantino venceu o Vitória por 1 a 0 pela Copa do Brasil. – Foto: Divulgação/Rafael Moreira/C.A. Bragantino

 

O Bragantino largou na frente na disputa por uma vaga na quarta fase da Copa do Brasil ao derrotar o Vitória pelo placar de 1 a 0, em partida realizada no Estádio Nabi Abi Chedid, na noite desta quarta-feira. Matheus Peixoto fez o único gol do duelo.

 

 

 

Com o resultado, o Bragantino joga pelo empate no jogo de volta, marcado para o dia 15 de fevereiro, às 19h15, no Barradão. O Vitória precisará vencer por dois gols de diferença para avançar. Os confrontos da quarta fase serão definidos através de sorteio.

 

 

 

Bragantino e Vitória fizeram um primeiro tempo muito equilibrado. Apesar de jogar contra um adversário melhor qualificado no cenário nacional, o time paulista não se intimidou, buscou jogadas pelas laterais, mas só conseguiu ameaçar o goleiro Fernando Miguel a partir dos 18 minutos. Anderson Ligeiro partiu para a jogada individual pelo lado direito de campo e chutou cruzado para a defesa do goleiro da equipe baiana.

 

 

 

O Vitória também não conseguiu botar muita pressão em cima do Bragantino e teve a sua melhor chance apenas aos 35 minutos, em um chute sem muito perigo de Pedro Botelho, da entrada da área. Já o Bragantino foi mais eficaz e marcou aos 38. Após cobrança de falta de Danilo Bueno, Matheus Peixoto subiu sozinho para colocar a bola no fundo das redes.

 

 

 

No segundo tempo, o Bragantino voltou em cima do Vitória e ficou perto de ampliar logo no minuto inicial. Anderson Ligeiro disparou pela direita e cruzou para a defesa de Fernando Miguel. A resposta veio com André Lima, que pegou o rebote, após bater a fatal, e emendou rente à trave.

 

 

 

Aos 26 minutos, Uillian Correia fez levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. No entanto, a superioridade numérica do Bragantino não durou muito. Ítalo fez falta em André Lima e também acabou indo para o chuveiro mais cedo.

 

 

 

Antes do apito final, Yago também foi expulso, deixando o Vitória com nove jogadores em campo e anulando qualquer possibilidade do time baiano buscar o empate diante o Bragantino, que mostrou superioridade durante os 90 minutos.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF