Copa do Brasil 2017: Corinthians vence o Brusque nos pênaltis e segue na Copa do Brasil 2017.

Corinthians vence o Brusque nos pênaltis e segue na Copa do Brasil 2017. – CRÉDITO: RODRIGO GAZZANEL/AGÊNCIA CORINTHIANS

 

O Corinthians sofreu, mas garantiu classificação para a terceira fase da Copa do Brasil. Depois de um empate sem gols com o Brusque no acanhado Estádio Augusto Bauer, o time de Fábio Carille se classificou nas cobranças de pênaltis.

 

 

 

Na próxima fase, o time paulista enfrenta o Luverdense, que passou pelo Avaí, também nos pênaltis, após empate por 1 a 1 na Ressacada, em Florianópolis. O mando de campo ainda será sorteado pela CBF.

 

 

 

 

Na primeira etapa o Brusque mostrou muita organização tática para segurar o Corinthians e até ficar mais tempo com a posse da bola. No entanto, o jogo era morno, com poucas chances de perigo para ambas as equipes.

 

 

 

 

As principais chances eram criadas através de bolas paradas, tanto em cobranças de falta, quanto em escanteios, mas nenhum dos ataques consegui levar vantagem sobre as defesas adversárias.

 

 

 

 

Após o intervalo, o técnico Fábio Carille esperou sete minutos e, ao perceber que o jogo seguia em ritmo lento, promoveu a reestreia de Jadson, entrando no lugar de Fellipe Bastos para dar mais dinâmica ao meio de campo corintiano.

 

 

 

 

Mesmo assim, o Corinthians não conseguiu pressionar e seguia com dificuldades para buscar o gol que garantiria a classificação. A equipe paulista só cresceu de rendimento nos minutos finais, com a entrada de Jô, mas o gol não saiu e o jogo foi mesmo para os pênaltis.

 

 

 

 

Até mesmo a disputa por pênaltis foi sofrida para o Corinthians. Logo na primeira cobrança corintiana, Jadson bateu para fora. Os demais jogadores dos dois times converteram suas penalidades até a quinta cobrança do Brusque, quando João Carlos poderia ter dado a classificação aos catarinenses, mas acertou o travessão.

 

 

 

 

Na sequência, nas cobranças alternadas, o experiente Carlos Alberto, de 39 anos, com passagem pelo próprio Corinthians entre 2007 e 2008, bateu para fora e Romero fez o gol para colocar os paulistas na próxima fase.

 

 

 

 
Da Redação com informações da FPF