Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2018/2019 – Las Vegas: Ricardo e Álvaro Filho vencem holandeses e vão às quartas de final em Las Vegas

Ricardo durante partida do torneio em Las Vegas, após retomar dupla com Álvaro (Créditos: Divulgação/FIVB)

 

 

O Brasil segue em busca de medalhas no torneio masculino da etapa quatro estrelas de Las Vegas, nos Estados Unidos, válida pelo Circuito Mundial de vôlei de praia 2018/2019. Ricardo e Álvaro Filho (BA/PB) venceram suas partidas da repescagem e oitavas de final na sexta-feira (19.10), avançando para a próxima fase do evento.

 

 

Nas quartas de final, o baiano e o paraibano encaram os jovens noruegueses Mol e Sorum, atuais campeões do tour internacional, em horário que ainda será definido pela organização. Será a primeira vez que as duas duplas se enfrentam no tour.

 

 

 

 

Álvaro Filho e Ricardo começaram o dia superando os norte-americanos Patterson/Slick por 2 sets a 0 (21/14, 21/17), em 34 minutos, pela repescagem. Horas depois, triunfo por 2 sets a 1 (21/15, 13/21, 15/9) contra os holandeses Alexander Brouwer e Robert Meeuwsen, nas oitavas de final, em 48 minutos. Álvaro analisou as vitórias e o desafio pelas quartas de final.

 

 

 

 

“Vamos dando um passo de cada vez. Tivemos um jogo da repescagem, e eles (holandeses) não jogaram pela manhã. Estávamos um pouco mais desgastados, mas soubemos nos superar para sair com a vitória. Amanhã teremos um time muito forte pela frente, vencedores do Circuito Mundial e de várias premiações. Mas sabemos do nosso potencial, queremos seguir bem, vamos buscar apresentar nosso melhor voleibol”, disse.

 

 

 

 

“Foi um jogo muito tenso. Na primeira parcial, encaixamos muito bem nossa tática, dominamos. No segundo set, acabamos nos perdendo um pouco, deixamos algumas questões de arbitragem influenciar na nossa concentração. Mas soubemos ter calma e jogar nosso melhor no tie-break”, completou.

 

 

 

 

A partida contra os holandeses marcou uma revanche, já que Ricardo e Álvaro Filho os enfrentaram na final do Campeonato Mundial de 2013, quando acabaram superados.

 

 

 

 

Outros dois times brasileiros acabaram eliminados na sexta-feira. Guto e Saymon (RJ/MS) começaram o dia vencendo os austríacos Seidl e Waller pela repescagem, por 2 sets a 0 (21/15, 21/18), em 34 minutos. Nas oitavas de final, porém, pararam nos russos Krasilnikov e Stoyanovskiy, que levaram a melhor por 2 sets a 1 (21/13, 17/21, 15/13), em 44 minutos.

 

 

 

Pedro Solberg e Bruno Schmidt, que terminaram em primeiro na chave e não precisaram disputar a repescagem, acabaram derrotados pelos espanhóis Herrera/Gavira também no tie-break, com parciais de 21/17, 18/21, 15/13, em 44 minutos.

 

 

 

 

A competição em Las Vegas já conta pontos para a temporada 2018/2019 e é uma parceria da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) com o P1440, circuito idealizado pela norte-americana Kerri Walsh, tricampeã olímpica. Serão quatro eventos no total, mas apenas Las Vegas contará pontos para o tour internacional, atendendo ao formato de competição da FIVB.

 

 

 

A disputa em Las Vegas, que também terá shows musicais e atividades esportivas e culturais ao público, distribuirá mais de R$ 1 milhão aos atletas, com os campeões de cada gênero recebendo cerca de R$ 70 mil. Este também é o primeiro de cinco eventos confirmados nos Estados Unidos nesta temporada.

 

 

 

 

Las Vegas é a segunda etapa quatro estrelas da atual temporada. Desde 2017, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) classifica os torneios de uma a cinco estrelas, de acordo com a premiação e o número de pontos que oferecem. Nas etapas da temporada 18/19, que começaram em setembro, o Brasil já conquistou quatro medalhas.

 

 

 

 

Da Redação com informações da CBV