Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2015: Larissa/Talita e Lili/Carol Horta estão nas quartas de final em Moscou.

Larissa/Talita  e Lili/Carol Horta  estão nas quartas de final em Moscou.
Larissa/Talita e Lili/Carol Horta estão nas quartas de final em Moscou.

 

 

 

Duas duplas mantém o Brasil na briga por medalhas no torneio feminino do Grand Slam de Moscou, na Rússia. Larissa/Talita (PA/AL) e Lili/Carol Horta (ES/CE) venceram seus jogos durante o dia e avançaram entre as oito melhores da quarta etapa do Circuito Mundial 2015.

 

 

As partidas das quartas de final acontecem ainda hoje, a partir de 12h40, no horário de Brasília. Larissa e Talita (PA/AL) encaram Elsa Baquerizo e Liliana Fernandez, da Espanha, enquanto Lili e Carol Horta (ES/CE) duelam contra as chinesas Fan Wang e Yuan Yue.

 

 

 

 

Lili e Carolina Horta (ES/CE), que vieram do qualificatór io, começaram o dia ainda pela repescagem, com vitória sobre as suíças Joana Heidrich e Nadine Zumkehr: 2 sets a 1 (21/16, 19/21, 15/11), em 53 minutos de partida. A vitória classificou o time para um duelo entre clubes brasileiros nas oitavas, contra Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ).

 

 

 

 

 

 

Como as duas duplas se conheciam bem, a partida que teve duração de 55 minutos, foi eletrizante e decidida nos detalhes. Com Lili em dia inspirado, e Carol segura na defesa, a dupla se manteve a frente do placar e levou o primeiro set em 22/20, e apesar de Ágatha e Bárbara Seixas se recuperarem no segundo set, com 21/17, a parceria que disputa o Circuito Mundial pela primeira vez junta se impôs no tie-break, com 15/11.

 

 

 

“É muito bom quando é jogo Brasil contra Brasil, é sempre jogão, pois as duplas já estão acostumadas e se conhecem bastante. Estou muito feliz, pois a gente vem se superando na competição. Saímos do country quota, qualifiying, passamos da chave e estamos aqui, brigando pela semifinal. Isso é muito gratificante”, comemorou Carol Horta.

 

 

 

 

Inspirada na partida, Lili prevê uma partida dura pelas quartas-de-final, contra as chinesas Fan e Yue, mas garante: entrega não vai faltar.
“Dentro de quadra não pensamos no resultado final, e sim ponto a ponto. Estamos nos descobrindo e evoluindo juntas, lado a lado. Vamos tentar colher algumas informações sobre o estilo de jogo das chinesas, mas o principal é fazer a nossa parte. Vamos pegar algumas bolas, temos uma defesa sólida, um bom bloqueio. Se estivermos bem na virada de bola, vamos pontuar contra elas”, declarou a capixaba Lili.

 

 

 

 

Na quadra central da arena montada em Moscou, a dupla cabeça de chave número um teve dois adversários pela frente: a dupla dona da casa Ekaterina Birlova/Evgeniya Ukolova e a pressão da torcida local. No entanto, a atmosfera contrária em nada atrapalhou o desempenho das brasileiras. Bem entrosadas desde o primeiro dia de disputa da competição, Larissa e Talita impuseram seu voleibol, que com facilidade levaram o primeiro set em 21/13.

 

 

 

A segunda parcial começou com a Rússia buscando reverter a desvantagem, e anotando 3/1. Só que a reação parou por aí. Bem na partida, Larissa distribuía bolas na medida para Talita, e a dupla rapidamente retomou o controle do jogo, com 9/6. A partir daí, a dupla administrou a vantagem até o ponto final, marcado por Larissa: 21/18 e 2 sets a 0 para o Brasil.

 

 

 

 

“Em todos os jogos é importante entrar com garra, para impor respeito sobre as adversarias. Agora vamos estudar o próximo time e manter a atenção, porque não tem jogo fácil”, disse Larissa, atual campeã do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia.

 

 

 

 

Campeãs do Circuito Mundial 2014, Juliana e Maria Elisa (CE/PE) começaram o dia com vitória sobre as azeres Vivian e Irina Abbaszade por 2 sets a 0 (21/13, 21/15), em 36 minutos, pela repescagem. Na rodada seguinte, pelas oitavas, encontraram dificuldades contra as chinesas Fan Wang e Yuan Yue e perderam por 2 sets a 0 (21/19 e 21/15), em 42 minutos de jogo.

 

 

 

 

“No começo do jogo entramos um pouco desconcentradas, fomos buscar no meio do set e até poderíamos ter ganho. No segundo set mais uma vez chegamos perto, mas mais uma vez não soubemos aproveitar. As lições ficaram aí, e é uma oportunidade para melhorarmos para a próxima etapa”, analisou Juliana.

 

 

 

Maria Clara e Carolina também se despediram da competição nas oitavas de final, ao perderam para as norte-americanas Jennifer Kessy e Emily Day por 2 sets a 0 (21/19 e 26/24), em 47 minutos de partida.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBV