Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2015 – Grand Slam de Moscou: Evandro e Pedro Solberg ficam com a prata no Grand Slam de Moscou.

Evandro e Pedro Solberg ficam com a prata no Grand Slam de Moscou.
Evandro e Pedro Solberg ficam com a prata no Grand Slam de Moscou.

 

 

 

Os cariocas Evandro e Pedro Solberg (RJ) lutaram muito, mas acabaram superados pelos espanhóis Pablo Herrera e Adrian Gavira e ficaram com a medalha de prata na final do Grand Slam de Moscou, neste domingo (31.05). Os brasileiros fizeram um jogo equilibrado, mas os adversários fecharam a partida em 2 sets a 0 (21/19, 21/19), em 43 minutos, no primeiro de cinco torneios desta categoria no Circuito Mundial 2015.

 

 

Na disputa pelo terceiro lugar, Alison e Bruno Schmidt foram derrotados pelos alemães Jonathan Erdmann e Kay Matysik por 2 sets a 0 (21/19 e 21/17), em 39 minutos, somando 560 pontos e recebendo 24 mil dólares. Já a prata deixa Evandro e Pedro com 720 pontos na classificação do Circuito Mundial, um prêmio de 43 mil dólares e a liderança da corrida olímpica brasileira entre os homens.

 

 

 

 

Foi a primeira final de Circuito Mundial de Evandro e Pedro, que se juntaram em outubro de 2014. A dupla conquistou duas etapas do Circuito Brasileiro, além de ter vencido em 2015 o Desafio Melhores do Mundo: Brasil x EUA. Evandro levou sua segunda prata, enquanto Pedro levou sua oitava prata na carreira internacional.

 

 

 

 

A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma dupla feminina conquistarão a classificação para a Olimpíada de 2016 pela pontuação obtida nos nove principais eventos do Circuito Mundial 2015, previamente definidos. Os times poderão descartar os dois piores resultados ao longo da temporada.

 

 

 

 

“É um misto de sensações, mas apesar do segundo lugar, tiramos boas lições do torneio. Fico feliz por chegar com muita força de vontade até a decisão, mas triste pelo resultado. Infelizmente o título não veio, mas largamos na frente (na corrida olímpica). Ainda é cedo para pensar em classificação, faltam sete semanas ainda e várias competições, mas estamos bem concentrados e focados nesse objetivo”, analisou Evandro.

 

 

 

O Jogo

 

 

 

Pedro Solberg e Evandro iniciaram bem a partida, abrindo dois pontos, mas os espanhóis logo encostaram e viraram o jogo, em 6 a 5. A liderança voltou rapidamente ao Brasil, com Evandro inspirado no bloqueio, marcando 7 a 6. O jogo evoluiu com os times alternando bons momentos e a liderança no marcador, ponto após ponto. O time da Espanha aproveitou o 6º erro de saque de Evandro para abrir 20 a 19, e fechar o set em 21 a 19.

 

 

 

 

O equilíbrio entre os times foi a tônica da etapa complementar. Tanto os brasileiros quanto os espanhóis confirmaram seu serviço, mas o jogo da Espanha começou a se sobressair na casa dos 11 pontos. Pedro Solberg e Evandro cresceram na partida e buscaram o jogo, empatando em 18 a 18, e viraram a partida no ponto seguinte. No entanto, com dois pontos consecutivos, Herrera e Gavira alcançaram o match point, fechando o set em 21/19 e o jogo em 2 sets a 0.

 

 

 

 

Pela medalha de bronze, Alison e Bruno Schmidt enfrentaram os alemães Erdmann e Matysik em um jogo muito duro. A dupla brasileira precisou buscar o placar no primeiro set, e chegou à igualdade em 15 a 15, com Alison vibrando muito e levantando a torcida. Apesar da reação, o Brasil desperdiçou duas bolas decisivas, e a dupla alemã fechou o set em 21/19.

 

 

 

 

Alison e Bruno Schmidt buscaram reverter a desvantagem no início da segunda etapa, mas a Alemanha estava mais consistente e chegou a quatro match points. Os brasileiros salvaram o primeiro, mas Erdmann finalizou o jogo em 21/17.

 

 

 

 

Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares. A próxima etapa ocorre de 2 a 7 de julho, com o Major Series de Porec, na Croácia.

 

 

 

BRASIL NO CIRCUITO MUNDIAL 2015

 

 

 

Open de Praga
Ágatha e Bárbara Seixas – ouro
Elize Maia e Duda – bronze

 

 

 

Grand Slam de Moscou
Larissa e Talita – ouro
Evandro e Pedro Solberg – prata

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBV