Circuito Mundial de Tênis de Mesa 2019 – Aberto da Austrália: Hugo Calderano passa pela estreia e pega português nas oitavas no Aberto da Austrália

Calderano no Aberto da Austrália. Brasileiro ocupa a sétima colocação no ranking mundial. Foto: ITTF

 

Uma vitória convincente. Assim é possível definir a estreia do brasileiro Hugo Calderano no Aberto da Austrália, etapa platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Na madrugada desta quinta-feira (11), em Geelong, ele derrotou o sul-coreano Cho Seungmin, 83° do ranking mundial, por 4 a 1 (11/5, 11/8, 11/2, 6/11 e 11/8), pela fase de 32 do torneio.

 

 

O próximo adversário de Calderano, nas oitavas de final, será o experiente português Marcos Freitas, de 31 anos e número 30 do mundo. Apesar de ser bem tradicional no Circuito, ele não atravessa o caminho do brasileiro há quatro anos. A única vez em que se encontraram foi no Aberto do Kuwait, em 2015, com vitória de Freitas. A partida será na manhã de sexta-feira (o horário e a mesa ainda serão definidos pela organização do torneio), com transmissão ao vivo da ITTF TV.

 

 

Caso o brasileiro passe pelo confronto das oitavas, terá certamente um duríssimo adversário no sábado, na luta por medalhas na Austrália: na outra chave estão o chinês Xu Xin, atual número 1 do mundo, que enfrentará o jovem taiwanês Lin Yun-Ju, responsável pela eliminação de Calderano no mês passado, nas quartas de final do Aberto do Japão.

 

 

No jogo de estreia, Calderano mostrou-se à vontade na mesa. Se a falta de ritmo poderia ser uma preocupação, afinal vinha de um período de descanso após o Aberto do Japão, ela parece não ter afetado o jogo do brasileiro.

 

 

Com eficiência na partida, Calderano obteve uma vitória relativamente tranquila no primeiro set, por 11 x 5. Seungmin chegou a reagir no segundo e esteve vencendo por 8 x 7, mas o brasileiro virou para 11 x 8. E continuou arrasador no terceiro, batendo o sul-coreano por incríveis 11 x 2.

 

 

O quarto set foi o único momento ruim do brasileiro na partida, com Seungmin vencendo por 11 x 6. A quinta parcial chegou a ser equilibrada no início, até a igualdade em quatro pontos, quando começou a prevalecer o jogo de Calderano. Seungmin pediu tempo no momento em que o placar apontava 6 x 4 contra, mas não conseguiu reagir.

 

 

Da Redação com informações provenientes da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) – rededoesporte.gov.br