Circuito Mundial de Tênis de Mesa 2019 – Aberto da Austrália: Calderano passa por português e enfrenta o número 1 do mundo nas quartas na Austrália

Hugo Calderano (Brasil). Mundial de Tênis de Mesa 2019. Local: Hungexpo, em Budapeste (Hundria). Data: 20.04.2019. Foto: Abelardo Mendes Jr/ rededoesporte.gov.br

 

 

O brasileiro Hugo Calderano está classificado para as quartas de final do Aberto da Austrália, etapa platinum do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Na manhã desta sexta-feira (12), em Geelong, em duelo extremamente equilibrado, ele bateu o português Marcos Freitas, por 4 sets a 2 (11/9, 13/11, 11/9, 12/14, 9/11 e 11/8).

 

 

 

Nas quartas de final, neste sábado, a partir das 4h45 (de Brasília), Hugo terá um super desafio pela frente: enfrentará o chinês Xu Xin, número 1 do mundo. Será a quarta vez na história que eles se enfrentam. Até agora, são três vitórias do chinês. O último confronto entre os dois, contudo, ocorreu há dois anos, no Mundial de Dusseldorf, na Alemanha. A partida terá transmissão ao vivo pela ITTF TV.

 

 

 

O jogo contra o experiente português Marcos Freitas foi equilibrado do início ao fim. Calderano não teve facilidade em momento algum e precisou suar muito para conquistar a classificação diante de um adversário consistente.

 

 

 

No primeiro set, Calderano iniciou vencendo, mas o português ajustou o contra-ataque e virou o placar para 7 x 4. O brasileiro conseguiu impor seu jogo e buscou nova virada, fechando em 11 x 9. Essa foi a tônica dos sets seguintes: pouca diferença de pontos, alternância de estratégias e parciais definidas em detalhes.

 

 

 

No segundo set, Calderano venceu por 13 x 11 e já tinha 6 a 3 a seu favor no terceiro, quando o técnico de Freitas pediu tempo, pois teria extrema dificuldade no jogo se perdesse novamente. O português foi buscar a reação, obrigando o técnico Jean-René Mounie a pedir tempo também, para que Calderano pudesse fechar finalmente o terceiro set.

 

 

 

 

De fato, a missão de Calderano acabou sendo cumprida, mas não com a tranquilidade que se desenhava para o quarto set. Freitas reagiu, conseguiu vitória suada por 14 x 12, e voltou a vencer na quinta parcial, por 11 x 9.

 

 

 

Na parcial seguinte, o português chegou a abrir 7 x 2 no placar e tudo indicava que partiriam para o set de desempate. Então, Calderano se mostrou praticamente perfeito. Em uma virada espetacular, conseguiu a vantagem em 11 x 8 e fehcou a partida.

 

 

 

“O Hugo fez um jogo excelente, especialmente no início, quando conseguiu impor o estilo dele, com nível bem alto de saque e recepção. Mas não conseguiu fechar em 4 x 0 e o Freitas passou a jogar com consistência. Felizmente, o Hugo conseguiu manter o foco para vencer”, analisou o técnico Jean-René Mounie, que acredita que é possível surpreender o número 1 do mundo. “O Hugo está bem fisicamente e tecnicamente, e espero que ele possa dar o melhor dele contra o Xu Xin. Para ganhar, terá de impor seu jogo durante as primeiras bolas e ser bem agressivo”, avisa.

 

 

 

Para garantir a vaga nas quartas de final, Xu Xin eliminou o jovem talento Lin Yun-Ju, de Taiwan, por 4 sets a 0, com parciais de 12/10, 13/11, 11/8 e 11/6. Xu Xin vem numa sequência de altíssimo nível em 2019. Tirando o Campeonato Mundial de Budapeste, na Hungria, em abril, quando foi surpreendido pelo francês Simon Gauzy na fase de 32, o atleta canhoto da China chegou entre os quatro melhores em quase todos os torneios que disputou. No último, o Aberto da Coreia do Sul, na semana passada, foi campeão vencendo na decisão o compatriota dele e tricampeão mundial, Ma Long, por 4 sets a 1.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)