Campeonato Sul-Americano de Clubes 2017: Sada Cruzeiro vence o Argentino Bolívar e conquista o Tetracampeonato Sul-Americano

Sada Cruzeiro vence o Argentino Bolívar e conquista o Tetracampeonato Sul-Americano – Foto: Ana Flávia Goulart/Sada Cruzeiro

 

A América mais uma vez é do Sada Cruzeiro. No início da noite deste sábado, 25/02, o time estrelado venceu o argentino Bolívar, na final do Campeonato Sul-Americano de Clubes 2017 e garantiu o tetracampeonato da competição, que já havia vencido nas edições de 2012, 2014 e 2016. Na decisão disputada no Ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros-MG, os cruzeirenses fizeram 3 sets a 0, com parciais de 26/24, 25/23 e 25/23. E o resultado, além de mais um importante título nesta temporada, ainda garante ao elenco azul a participação direta no Mundial de Clubes, que acontecerá na Polônia, em dezembro, quando os brasileiros irão defender seu título de maior do planeta.

 

 

 

No Norte de Minas, o time mineiro mostrou superioridade em quadra e garantiu o título invicto, sem perder nenhum set em todo o torneio continental. O ponteiro Leal foi o maior pontuador da final, com 15 marcações.

 

 

 

 

“Ganhar um título é sempre muito bom. Nós tivemos uma ótima campanha neste torneio, vencemos e ainda nos classificamos para o Mundial de Clubes na Polônia. Estamos muito felizes, vamos comemorar agora e seguir trabalhando muito”, disse Leal, agradecendo a presença dos torcedores cruzeirenses que compareceram ao ginásio.

 

 

 

 

William falou sobre a postura da equipe no duelo decisivo. “Hoje nós oscilamos um pouco, mas fomos frios na hora que tinha que ser, pra buscar o resultado com tranquilidade, quando estávamos atrás. Fomos muito felizes e mais uma vez conquistamos um título, agora o tetracampeonato, que é um resultado muito expressivo para o Sada Cruzeiro, que vale vaga no Mundial. É um time que não se cansa de ganhar, continua fazendo história, e agora é pensar no que vem pela frente”, disse o capitão William.

 

 

 

 

Na comemoração do título, o comandante Marcelo Mendez recebeu um balde de gelo dos seus atletas. “Estamos muito felizes por conquistar esse título. Hoje foi um jogo difícil, os times argentinos jogam muito bem taticamente e trabalharam muito bem com o saque flutuado, complicando nossa vida em alguns momentos. Na definição dos sets nós jogamos melhor, com autoridade e agora somos tetracampeões, e isso é uma marca difícil de se atingir. Nosso grupo todo está de parabéns”, analisou o técnico Marcelo Mendez.

 

 

 

Sada Cruzeiro – William, Evandro, Leal, Rodriguinho, Simon, Simon, Isac e o líbero Serginho. Entraram, Alan, Fernando Cachopa, Éder Levi e Filipe. Técnico: Marcelo Mendez.

 

 

 

 

Bolívar – Gonzalez, Edgar, Aleksiev, Piá, Gauna, Pablo Crer e o líbero Alexis Gonzalez. Entraram: Patti, Ocampo, Chirivino e Pablo. Técnico: Javier Weber.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do site sadacruzeiro.com.br