Campeonato Paulista 2019 – Paulistão: Mirassol consegue um importante empate com o Palmeiras pelo Paulistão.

O jogador Felipe Pires, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do Mirassol FC, durante partida valida pela décima rodada, do Campeonato Paulista, Série A1, no Estádio José Maria de Campos Maia. – Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

 

 

Mesmo com um jogador a mais desde o início do segundo tempo, o Palmeiras não conseguiu vencer e só empatou com o Mirassol por 1 a 1 na tarde deste sábado, no estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol, pela décima rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

 

 

Com o resultado, o Palmeiras perdeu a chance de garantir classificação antecipada às quartas de final. Apesar disso, o time da capital segue muito bem colocado no Grupo B, em que lidera, agora com 19 pontos ganhos –tem cinco a mais que o Guarani, segundo colocado e que já entrou em campo na rodada.

 

 

 

Já o Mirassol comemora o ponto conquistado diante de um forte candidato ao título e principalmente por ter atuado um tempo inteiro com um jogador a menos. O time é o lanterna do Grupo C, com nove pontos. Na classificação geral é apenas o 13º com dois pontos a mais que o São Caetano, primeiro time na zona de rebaixamento.

 

 

 

Em casa, o Mirassol esboçou uma pressão inicial diante do Palmeiras. Tentou ficar com a bola e abrir o placar com jogadas de velocidade pelos lados do campo. Apesar disso, esbarrou numa defesa muito consistente. A primeira chance de gol do jogo foi do time da capital. Aos 11, Lucas Lima tabelou com Zé Rafael e o meia cruzou na área em direção ao gol. O goleiro Matheus Aurélio se esticou todo e mandou para escanteio.

 

 

 

Melhor tecnicamente, o Palmeiras tinha mais facilidade para entrar na área adversária. Aos 14, o colombiano Borja recebeu ótimo passe e invadiu a área. O centroavante finalizou em cima do goleiro.

 

 

 

O Mirassol conseguiu esfriar a empolgação do Palmeiras e controlou o jogo até os 40 minutos, quando viu Lucas Lima quase abrir o placar em bela cobrança de falta. Antes do apito final o time do interior tentou assustar com Rodolfo, que aos 45 minutos finalizou forte, mas sem dar trabalho ao goleiro Fernando Prass.

 

 

 

No segundo tempo o Palmeiras precisou de apenas cinco minutos para abrir o placar. Lucas Lima deu ótima assistência para Borja, que acabou derrubado pelo goleiro Matheus Aurélio. O zagueiro Gustavo Gómez foi para a cobrança e não desperdiçou. Porém, quatro minutos depois o Mirassol empatou. Rodolfo fez jogada individual e cruzou para Carlão, sem marcação, só empurrar para o fundo das redes.

 

 

 

Com um homem a mais em campo –o atacante Zé Roberto, do Mirassol, foi expulso– o Palmeiras chegou mais ao ataque. Aos 16 minutos, Mayke cruzou na área e Borja tentou finalizar de bicicleta. A bola sobrou para Lucas Lima, que chutou forte, mas por cima do gol de Matheus Aurélio.

 

 

 

Apesar da posse de bola, faltou agressividade ao Palmeiras para buscar o segundo gol. O Mirassol teve o trabalho de apenas ‘cercar’ sua área e aguardou os contra-ataques para surpreender. Com um a menos, o empate ficou de bom tamanho para os donos da casa, que viram o Palmeiras perder ótima chance com Carlos Eduardo, aos 46 minutos. O atacante recebeu ótimo passe de Moisés e chutou cruzado, rente à trave do goleiro Matheus Aurélio.

 

 

 

O Palmeiras volta a campo pelo Paulistão no próximo sábado, quando enfrentará o São Paulo, às 16h30, provavelmente no Pacaembu. Porém, antes disso, na terça, o time receberá o Melgar, às 19h30, em São Paulo, pela Libertadores. O Mirassol, por sua vez, receberá o Botafogo, às 19 horas, novamente na cidade de Mirassol.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF