Campeonato Paulista 2018 – Série A2: Nacional atropela a Penapolense por 6 a 0 e assume a vice-liderança.

Nacional atropela a Penapolense por 6 a 0 e assume a vice-liderança. – Foto: Ale Vianna/ Divulgação Nacional

 

Incontestável durante os 90 minutos, o Nacional atropelou o Penapolense na tarde deste sábado, aplicando uma goleada histórica, por 6 a 0, no Estádio Nicolau Alayon, em duelo válido pela 11ª rodada da primeira fase do Paulista A2 Itaipava.

 

 

 

 

Com o resultado, o Naça pulou para a vice-liderança com 20 pontos, dois a menos que o São Bernardo que ainda joga na rodada, a exemplo de Guarani e Sertãozinho, que aparecem, respectivamente, na terceira e quarta posições -ambos com 19 pontos. O Penapolense, por sua vez, caiu para quinto, também com 19, mas perdendo nos critérios de desempate para seus concorrentes.

 

 

 

 

No primeiro tempo, apenas um time jogou. Elétrico desde o apito inicial, a equipe de Tuca Guimarães fez uma verdadeira blitz no Penapolense durante os primeiros 25 minutos de jogo, ocasionando em diversos erros defensivos do time visitante. Com isto, o Nacional acumulou grande vantagem no placar, pois a pressão veio acompanhada de efetividade.

 

 

 

Logo aos 6 minutos do primeiro tempo, Denis Neves falhou feio na ala esquerda, permitindo que Bruno Xavier tivesse tempo e tranquilidade para bater. Veloso até pulou, mas nada pode fazer. 12 minutos depois, o camisa 11 marcou novamente, em outra bobeada da defesa adversária, que se mostrava irreconhecível dentro de campo.

 

 

 

 

Ainda desnorteada, a equipe do técnico Thiago Oliveira sofreu outros dois gols. Aos 20, o capitão e camisa 10 Emerson Mi foi às redes. Aos 24, a zaga se atrapalhou novamente, permitindo que Bruno Nunes fizesse 4 a 0.

 

 

 

 

O Penapolense voltou diferente dos vestiários, indo para cima do Nacional. Contudo, Tuca Guimarães previu isso, voltando com o rápido Naldinho na vaga de Bruno Xavier, mostrando claramente que iria explorar os contra-ataques. Aos 8, Branquinho fez grande jogada e rolou para Copetti, que bateu firme e viu a bola explodir na trave.

 

 

 

 

Aos 20, Naldinho fez bela triangulação com Emerson Mi, que entregou de bandeja para Thiago Santos, que com categoria marcou o quinto gol do Nacional na partida. Aos 36, o meio do Penapolense só assistiu ao ataque adversário. Após um bom chute, Bruno fez grande defesa. No rebote, ele mostrou agilidade e pegou novamente. Contudo, na terceira tentativa, Luiz Henrique rolou para o fundo das redes, decretando o placar final: 6 a 0.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF