Campeonato Paulista 2018 – Paulistão: São Caetano vence o São Paulo por 1 a 0 pelas quartas de final do Paulistão 2018

São Caetano vence o São Paulo por 1 a 0 pelas quartas de final do Paulistão 2018 – Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

 

No primeiro jogo das quartas de final do Paulistão Itaipava, no estádio Anacleto Campanella, o São Caetano venceu o São Paulo – na estreia do técnico Aguirre – por 1 a 0, com gol de Chiquinho no início do segundo tempo. O segundo jogo do ‘mata-mata’ será na terça-feira (20), às 21h, desta vez no estádio do Morumbi, em São Paulo.

 

 

 

 

 

Sem poder contar com Tréllez, o novo técnico teve que mexer no time titular do São Paulo. Por isso Diego Souza ganhou uma nova oportunidade no ataque, atuando como centroavante. Além disso, Marcos Guilherme começou o jogo no banco de reservas, dando lugar para Nenê, que jogou ao lado de Cueva. Valdívia, que foi destaque nos últimos jogos, também começou em campo.

 

 

 

 

 

Jogando dentro de casa, o São Caetano não deixou de pressionar o adversário nos primeiros minutos. A principal arma era a velocidade pela direita de Ferreira, nas costas de Júnior Tavares. Com nove minutos, Nonato recebeu dentro da grande área, perdeu o equilíbrio e tentou finalizar, mas o goleiro Jean, em dois tempos, conseguiu fazer a defesa. Mais tarde, aos 16, Alex Reinaldo cobrou uma falta com força e a bola passou muito perto do gol.

 

 

 

 

O São Paulo criou uma chance de perigo aos 23 minutos, em cruzamento de Éder Militão e uma testada firme de Diego Souza, que explodiu nas costas do zagueiro Sandoval. Em seguida, aos 29, foi a vez do São Caetano novamente. Chiquinho sobrou escanteio e Max cabeceou na marca do pênalti. A bola quicou na linha da pequena área e passou muito próxima a trave do goleiro Jean, que ficou apenas olhando.

 

 

 

 

No final do primeiro tempo, mas três oportunidades desperdiçadas pelo São Caetano. Primeiro aos 39, quando Alex Reinaldo tabelou com Diego Rosa e chutou forte, mas a bola saiu por cima da meta. Com 43, Ermínio saiu nas costas da marcação, puxou contra-ataque, mas errou no corte e a bola ficou com o goleiro Jean. No fim, aos 44, Chiquinho cruzou, Éder Militão cortou e Nonato pegou de primeiro, mas também mandou para fora.

 

 

 

 

Depois de tanta pressão, o São Caetano conseguiu finalmente abrir o placar. Aos sete minutos, Alex Reinaldo recebeu com muita liberdade pela direita. Ele conseguiu dominar, tomar distância e cruzar na medida para a grande área. O goleiro Jean tentou afastar, mas perdeu o tempo da bola e deixou ela passar. Chiquinho, que não tinha nada a ver com isso, apareceu no segundo pau para apenas escorar para o fundo das redes.

 

 

 

 

A reposta do São Paulo veio só com 20 minutos, quando Nenê cobrou uma falta quase do meio de campo e Diego Souza testou no contrapé do goleiro, que ainda assim conseguiu se esticar para jogar pela linha de fundo. Diego Aguirre tentou mexer no time e colocou Marcos Guilherme, Bruno e Liziero, nos lugares de Cueva, Éder Militão e Jucilei. A ideia era povoar um pouco mais o meio de campo e tomar conta da posse de bola.

 

 

 

 

Ainda assim, o São Caetano passou a explorar o contra-ataque, principalmente com troca de passes rápidos. Para o São Paulo, Valdívia era o jogador mais acionado, sempre buscando a jogada individual, mas faltava companheiros para encostar e trabalhar as jogadas. O cenário se manteve até o árbitro apitar pela última vez, decretando a vitória do time da casa.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da FPF