Campeonato Mundial Feminino de Vôlei 2018 – 2ª Fase: Seleção Brasileira Feminina de Vôlei venceu o Japão mas não se classifica para a 3ª Fase

Seleção Brasileira Feminina de Vôlei venceu o Japão mas não se classifica para a 3ª Fase – Divulgação /FIVB

 

 

A seleção brasileira feminina de vôlei encerrou a participação no Campeonato Mundial com vitória. Na última quinta-feira (11.10), o Brasil venceu o Japão, de virada, por 3 sets a 2 (23/25, 16/25, 28/26, 25/21 e 15/11), em Nagoya. Mesmo com o resultado, o time do treinador José Roberto Guimarães não conseguiu passar para a terceira fase e terminou a competição em sétimo lugar. A equipe verde e amarelo precisava de uma vitória por 3 sets a 0 para alcançar a classificação à etapa final.

 

 

As brasileiras finalizaram o Campeonato Mundial com sete vitórias e duas derrotas. O time verde e amarelo terminou a segunda fase em quarto lugar no grupo E, com 20 pontos, atrás das três seleções classificadas à terceira fase: Holanda, Japão e Sérvia. No grupo F, Itália, China e Estados Unidos passaram para a próxima etapa.

 

 

 

No duelo contra o Japão, a oposta Tandara foi a maior pontuadora, com 24 acertos. As ponteiras Fernanda Garay e Gabi marcaram 20 e 17 pontos, respectivamente. Pelo lado do Japão, destaque para a atacante Koga, com 23 acertos.

 

 

 

A ponteira Fernanda Garay lamentou a eliminação do Brasil, mas destacou o espírito de luta das brasileiras durante toda a partida, principalmente depois da derrota no primeiro set.

 

 

 

“Sabíamos que somente uma vitória por 3 sets a 0 nos manteria vivas na competição. Nós não conseguimos fechar o primeiro set, isso comprometeu nossa atuação e o grupo ficou abalado. No entanto, a equipe soube encontrar forças e superou as adversidades para sairmos com a vitória. Isso era importante pela nossa luta e história no Mundial”, disse Fernanda Garay.

 

 

 

O treinador José Roberto Guimarães falou sobre a postura do Brasil no duelo contra o Japão e agradeceu ao grupo brasileiro pelo comprometimento durante todo o Mundial.

 

 

 

“Não poderíamos de desistido do jogo de maneira alguma. Hoje aprendemos bastante e fiquei feliz com o comportamento do meu time. Parabéns a equipe japonesa por ter se classificado e jogado muito bem. Saímos daqui de cabeça erguida, mas infelizmente não conseguimos passar para próxima fase. Quero parabenizar minha equipe pelo espírito de luta, garra e dedicação nos treinamentos em todo esse tempo. As jogadoras que são mães deixaram seus filhos e maridos em casa para servir o Brasil com muita honra e dignidade. O mais importante é representar o nosso país e levar no nome do Brasil para o lugar mais alto possível. Nosso time teve brio e força e agora é pensar no futuro”, afirmou José Roberto Guimarães.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBV