Campeonato Brasileiro da Série A – Brasileirão 2019: Grêmio vence a Chapecoense e segue firme no G-4.

Grêmio vence a Chapecoense e segue firme no G-4 – Imagem: Divulgação Grêmio

Buscando vaga direta na Libertadores do ano que vem, o Grêmio venceu mais uma no Brasileirão. Neste domingo (10), pela 32ª rodada, o Tricolor bateu a Chapecoense por 1 a 0 na Arena Condá, com gol de Luciano logo no início.

 

O resultado fez a equipe do técnico Renato Portaluppi chegar a cinco vitórias seguidas, somando agora 56 pontos na quarta colocação. A Chape, por outro lado, amarga a 19ª posição na tabela, com 22 pontos.

 

O Grêmio foi veloz para abrir o placar na Arena Condá. Logo na segunda chegada, aos dois minutos, Alisson cobrou escanteio, a bola sobrou para Luciano dentro da área. O atacante conseguiu dar uma bicicleta e fazer um belo gol em Chapecó (SC). O Verdão ainda teve chance de empatar aos 34, com Everaldo, que pegou chute de primeira e tirou tinta da trave gaúcha.

 

 

Na volta do intervalo, o Imortal quase fez o segundo aos 23, quando Pepê, livre, tentou mandar por cobertura. Mas a bola foi para fora. A melhor oportunidade da Chape foi aos 37: Everaldo pegou sobra e finalizou na rede pelo lado de fora. Ao apito final, a equipe de Renato Portaluppi chegou a sua quinta vitória seguida no Brasileirão.

 

 

O Grêmio foi veloz para abrir o placar na Arena Condá. Logo na segunda chegada, aos dois minutos, Alisson cobrou escanteio, a bola sobrou para Luciano dentro da área. O atacante conseguiu dar uma bicicleta e fazer um belo gol em Chapecó (SC). O Verdão ainda teve chance de empatar aos 34, com Everaldo, que pegou chute de primeira e tirou tinta da trave gaúcha.

 

 

 

Na volta do intervalo, o Imortal quase fez o segundo aos 23, quando Pepê, livre, tentou mandar por cobertura. Mas a bola foi para fora. A melhor oportunidade da Chape foi aos 37: Everaldo pegou sobra e finalizou na rede pelo lado de fora. Ao apito final, a equipe de Renato Portaluppi chegou a sua quinta vitória seguida no Brasileirão.

 

 

 

Da Redação com informações da CBF