Campeonato Brasileiro 2019 – Brasileirão: Palmeiras consegue furar a retranca do Atlético Mineiro e empata no Allianz Parque

Palmeiras consegue furar a retranca do Atlético Mineiro e empata no Allianz Parque

 

O Palmeiras encarou uma retranca e arrancou um empate dentro de casa pelo Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (6), o time alviverde ficou no 1 a 1 contra o Atlético-MG, no Allianz Parque, em São Paulo, pela 23ª rodada. Os mineiros saíram na frente com Nathan, mas os paulistanos deixaram tudo igual com Dudu, já no final do jogo.

 

 

Com o resultado, o Palmeiras segue na vice-liderança do Brasileirão, com 47 pontos, mas viu a distancia para o líder Flamengo aumentar para cinco pontos. Os comandados de Mano Menezes voltam a jogar contra o Santos, na próxima quarta-feira (9), na Vila Belmiro.

 

 

Sem Mano Menezes, suspenso, o Palmeiras entrou com duas novidades: o meia Lucas Lima e o centroavante Borja. Mesmo com as mudanças, o time paulistano teve muitas dificuldades para penetrar na defesa do Atlético-MG, que montou uma linha de cinco jogadores do meio para trás.

 

 

Com dificuldades, o Palmeiras encontrou caminho apenas por cima, mas sem levar perigo a Cleiton. Aos poucos, os visitantes saíram para o campo de ataque e começaram a levar perigo, especialmente com Otero. Primeiro, ele levantou na cabeça de Di Santo, que testou para boa defesa de Weverton. Em seguida, o goleiro palmeirense trabalhou de novo em chute de fora da área do venezuelano.

 

 

No final do primeiro tempo, o ataque atleticano funcionou e os visitantes abriram o placar. Aos 47 minutos, Nathan recebeu na entrada da área, balançou na frente da marcação e bateu cruzado, sem chance para Weverton.

 

 

O segundo tempo manteve a mesma característica. O Palmeiras seguia com mais posse de bola no campo de ataque, mas não encontrava espaço para finalizar. Em uma das poucas vezes que o espaço apareceu, Willian cruzou para trás e Bruno Henrique chegou finalizando de primeira, mas mandou longe da meta.

 

 

Quando tudo parecia difícil para o Palmeiras. Dudu arrumou espaço para deixar tudo igual aos 37 minutos. O atacante deu uma cavadinha para Scarpa e recebeu de volta. Com categoria, o camisa 7 tocou por baixo do goleiro atleticano.

 

 

Nos minutos finais, o Palmeiras foi só pressão. Bruno Henrique finalizou de fora da área e exigiu boa defesa de Cleiton após saída errada. Em seguida, Marcos Rocha cobrou escanteio na cabeça de Vitor Hugo e o goleiro do Atlético-MG evitou a virada palmeirense.

 

 

 

Da Redação com informações da FPF