Campeonato Brasileiro 2019 – Brasileirão: Fluminense e Cruzeiro se reencontram após duelo na Copa do Brasil

Fluminense x Cruzeiro – Imagem Departamento de Artes do Portal Bragança

 

 

Neste sábado (18), Fluminense e Cruzeiro voltam a estar frente a frente para um duelo importante. As equipes se enfrentaram na última quarta-feira (15) pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, o Tricolor das Laranjeiras conseguiu arrancar o empate nos acréscimos do segundo tempo com o garoto João Pedro. A Raposa havia aberto o placar com Pedro Rocha. Agora, em jogo válido pela quinta rodada do Brasileirão, a bola rola às 18h no Maracanã para um novo capítulo entre cariocas e mineiros.

 

Fluminense busca calibrar o pé

 

 

Apesar de ter conseguido o empate apenas no último minuto no confronto da Copa do Brasil, a avaliação da atuação do Fluminense na última quarta-feira foi positiva. A equipe de Fernando Diniz terminou o jogo com 20 finalizações e 71% de posse de bola. O domínio tricolor nas partidas, no entanto, não tem se traduzido em gols. Tirando o 5 x 4 contra o Grêmio, o Fluminense balançou as redes adversárias apenas uma vez nas outras três rodadas do Brasileirão.

 

 

 

— O volume que a gente cria é alto e uma hora a bola vai começar a entrar. A gente tem que insistir, não dá para achar que isso é errado ou ficar jogando por uma bola. A maneira que a equipe está jogando, seguindo aquilo que penso do futebol e da vida também, a gente está fazendo o máximo e o melhor possível para que a gente possa virar os jogos – comentou Diniz após o jogo contra o Cruzeiro na Copa do Brasil.

 

 

 

Pedro Rocha é o amuleto no Maracanã

 

 

Autor do gol que abriu o placar pelo confronto da Copa do Brasil, Pedro Rocha tem sido o amuleto cruzeirense no Maracanã. Também foi ele que balançou as redes na derrota por 3 a 1 para o Flamengo, na primeira rodada do Brasileirão. O atacante destacou a briga sadia por uma vaga no setor ofensivo do Cruzeiro e que a equipe precisa melhorar o rendimento do último jogo contra o Fluminense.

 

 

 

— Temos a consciência que ficamos devendo, principalmente no quesito da finalização, mas temos potencial para reverter essa situação, e fazer um grande jogo – analisou Pedro Rocha.

 

 

 

O técnico Mano Menezes, por sua vez, reconheceu que a Raposa atuou bem abaixo do esperado e que o empate foi um bom resultado para sua equipe, mesmo deixando a vitória escapar no último lance. Após o título mineiro e uma boa campanha na fase de grupos da Libertadores, o Cruzeiro vem passando por um momento de instabilidade no ano. Normalmente ponto forte da Raposa, a defesa já sofreu sete gols em quatro jogos nesse Brasileirão.

 

 

 

— Não está bom. Não estamos satisfeitos, mas temos que passar por momentos assim. Já fizemos jogos melhores, mas estamos atravessando esse momento. Vamos ter que ter sabedoria para atravessar – comentou o treinador do Cruzeiro.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBF