Campeonato Brasileiro 2018 – Série B: Goiás visita o CRB para se aproximar da liderança na Série B

Goiás visita o CRB para se aproximar da liderança na Série B – Imagem: Portal Bragança

 

 

O Campeonato Brasileiro Série B chega a sua 32ª rodada e, consequentemente, em sua fase de definições. Faltando sete rodadas para o fim da competição, começam a ser estabelecidos os primeiros promovidos para a Série A e quais descerão para a Série C. E um duelo que interessa as duas pontas da tabela acontece nesta sexta-feira (19), no Estádio Rei Pelé, entre CRB e Goiás, às 19h15. O time alagoano é o 17º colocado e o Esmeraldino é o vice-líder do campeonato.

 

 

Para o Galo, a partida em casa contra uma equipe que briga pelo título é a chance de voltar a vencer e dar moral para fugir do rebaixamento nas últimas rodadas. O CRB já não vence há sete jogos e é o primeiro time na zona de rebaixamento com 32 pontos – mesmo número que o Sampaio Corrêa, que está uma posição acima. Um ponto animador para o torcedor alvirrubro é que das sete vitórias da equipe nesta Série B, cinco delas foram como mandante, incluindo uma contra o líder Fortaleza.

 

 

 

 

Em situação completamente oposta, o Goiás entra em campo nesta noite podendo ficar apenas um ponto atrás da liderança. Além disso, um triunfo diante do CRB deixaria o time com oito pontos a mais que o quinto colocado. O Esmeraldino já soma cinco rodadas sem perder e vem embalado por uma vitória por 5 a 3 fora de casa contra o Juventude. Além disso, o time do técnico Ney Franco é o melhor visitante do campeonato, com oito vitórias e 55,5% de aproveitamento. O treinador, no entanto, pregou cautela nessa reta final e reiterou que o primeiro objetivo é o acesso.

 

 

 

 

– São sete rodadas. Estamos cinco pontos à frente do quinto colocado, são números próximos. Não existe garantia de acesso, não podemos cair nessa armadilha de já estarmos na Série A. Ainda não estamos. O Fortaleza, sim, está bem encaminhado. O Goiás, não. Cinco pontos em sete rodadas dá para tirar. Na nossa conta precisamos de mais três vitórias – afirmou, em coletiva de imprensa.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da CBF