Campeonato Brasileiro 2018 – Brasileirão: São Paulo vence o Sport por 3 a 1 e mantém a liderança na Ilha do Retiro

São Paulo derrota o Sport pela 18ª rodada do Brasileirão 2018 - Foto: Divulgação/Twitter/São Paulo
São Paulo derrota o Sport pela 18ª rodada do Brasileirão 2018 – Foto: Divulgação/Twitter/São Paulo

O São Paulo se manteve na liderança isolada do Campeonato Brasileiro ao vencer o Sport por 3 a 1 neste domingo (12) na Ilha do Retiro em Recife pela 18ª rodada. Agora, o Tricolor soma 38 pontos, uma na frente do Flamengo que venceu o Cruzeiro por 1 a 0 no Maracanã.

Esta foi a terceira vitória consecutiva do time paulista, que antes tinha batido o Cruzeiro, por 2 a 0, no Mineirão, e o Vasco da Gama por 2 a 1 no Morumbi. O Sport acumula oito rodadas sem vitórias, está com 20 pontos e começa a se preocupar com a ameaça de rebaixamento.

O técnico são-paulino Diego Aguirre, antes do jogo, já tinha avisado que o lateral direito Bruno Peres, agora titular, iria se preocupar mais com a marcação, deixando claro que do outro lado Reinaldo teria mais liberdade para avançar. No Sport, o técnico Claudinei Oliveira reforçou a marcação com a entrada do volante Ferreira, deixando quatro homens no setor de meio-campo.

O primeiro gol do São Paulo começou numa falha de Gabriel que errou a passada e deixou a bola nos pés de Reinaldo. Ele ligou Everton pelo lado esquerdo, que, em alta velocidade, arrancou e fez a assistência para o outro lado a Diego Souza. Ele ajeitou a bola, ‘matando’ o goleiro Magrão, e chutou por cima, com categoria.

Na comemoração, Diego fez o coração com as mãos em direção à torcida do Sport, seu ex-clube, e também reverenciou ao goleiro Magrão com o movimento vertical dos braços. Seu sétimo gol no Brasileirão e 11º na temporada. No intervalo, ele se emocionou ao comentar sua volta à Ilha do Retiro.

O Sport voltou com duas mudanças para o segundo tempo. O volante Ferreira saiu para a entrada do atacante Morato, emprestado esta semana pelo próprio São Paulo, e Rogério substituiu a Rafael Marques no ataque.

Mas o São Paulo não deu tempo para a esperada reação, ampliando o placar aos seis minutos. Rojas fez jogada individual pela direita e fez o passe a Nenê. Ele ajeitou e bateu de perna esquerda no canto de Magrão. A comemoração agora foi do lado da torcida do São Paulo, que comprou os quatro mil ingressos colocados à sua disposição.

O Sport não reagiu mais e deixou Diego Aguirre à vontade para descansar os dois artilheiros da tarde: Nenê e Diego Souza. Este deixou o campo aos 31 minutos para a entrada de Tréllez, sendo aplaudido pela torcida.

Acomodado, o São Paulo passou alguns riscos no final do jogo, principalmente após o gol de honra do Sport, aos 40 minutos. Marlone cobrou falta quase na linha da grande área, a bola desviou em Tréllez, que estava na barreira, e tirou o goleiro Sidão do lance. O time pernambucano ainda criou duas chances para empatar. Em contra-ataque, o São Paulo ‘matou’ o jogo aos 44 minutos. Hudson fez longo lançamento para Tréllez que desceu em velocidade, entrou na área, cortou Ronaldo Alves e bateu para a defesa parcial de Magrão. Mas o atacante pegou o rebote e tocou de leve por cobertura. Um belo gol.

O próximo jogo do São Paulo vai ser contra a Chapecoense, no sábado (18), às 19h, no Morumbi. Em caso de vitória, o time paulista vai confirmar o título simbólico de campeão do primeiro turno. Mas antes, na quinta-feira (16), vai enfrentar o Colón, na Argentina, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana. Em casa, o São Paulo perdeu por 1 a 0 e agora precisa descontar o placar para avançar na competição. O Sport vai pegar outro time paulista, o Santos, no sábado (18), às 16h, na Vila Belmiro, pela 19ª rodada do Brasileiro.

Fonte: FPF